Os Óleos Essenciais Afrodisíacos

extracaooetopo

Na hora de comprar óleos essenciais, exija qualidade!
Compre óleos essenciais da QUINARÍ.

Afrodisíacos

Afrodisíacos

São elementos que estimulam, despertam ou evocam o desejo sexual.

Óleos Essenciais Afrodisíacos

Óleos Essenciais Afrodisíacos

Os óleos essenciais com propriedades ditas afrodisíacas são, na verdade, agentes “facilitadores” que contribuem para uma união a dois, agindo tanto na mente quanto no corpo. Eles ajudam a pessoa a vencer a timidez, a criar/enriquecer “o clima”, a estimular a circulação, etc. – mas não são os responsáveis pelo excitamento sexual direto.

Exemplos

Exemplos

● Canela: aquece o corpo e estimula o sistema glandular e circulatório;
● Cravo: aquece e estimula o sistema circulatório;
● Gengibre: estimula o sistema circulatório;
● Junípero: tônico do organismo;
● Patchouli: tônico do sistema nervoso central e inspira capacidade e segurança;
● Rosas: suavemente estimulante e controla a ansiedade;
● Sálvia esclaréia: controla a ansiedade e na mulher regula as desordens menstruais;
● Vetiver: controla a ansiedade;
● Ylang ylang: controla a ansiedade e produz uma sensação de sensualidade, de feminilidade e de envolvimento.

Escrito por Wagner Azambuja
Curso de Aromaterapia

Afrodisíacos

Por definição, afrodisíacos são elementos que estimulam, despertam ou evocam o desejo sexual. Ou seja, ao contrário do que muitos acreditam, são substâncias que provocam o desejo e NÃO que melhoram o desempenho e a capacidade. Por isso, o famoso Viagra, por exemplo, não é um afrodisíaco. No entanto, devido à complexidade que envolve o estudo da libido, ainda não existe qualquer comprovação de que eles realmente funcionam – sendo, inclusive, ignorados por alguns cientistas. O que se fala dos elementos ditos afrodisíacos é que eles podem atuar de duas maneiras distintas, sendo a primeira diretamente na mente – como através de substâncias que fazem lembrar o aroma do parceiro ou parceira – e a segunda através de elementos que estimulam certas partes do corpo – como os que aumentam o fluxo sanguíneo nos órgãos sexuais. Todavia, ninguém sabe, ao certo, qual é o papel exato de cada um desses elementos no processo – bem como a relação entre eles – com o desejo de fazer sexo.

“Somos animais e, como todo animal, usamos nossos cheiros naturais para atrair parceiros.”

Os Óleos Essenciais Afrodisíacos

Diante disso, os óleos essenciais com propriedades ditas afrodisíacas são, na verdade, agentes “facilitadores” que contribuem para uma união a dois, agindo tanto na mente quanto no corpo. Eles ajudam a pessoa a vencer a timidez, a criar/enriquecer “o clima”, a estimular a circulação, etc. – mas não são os responsáveis pelo excitamento sexual direto. Por exemplo: os óleos essenciais de canela e de cravo, que possuem fama de afrodisíacos, de fato podem contribuir para o sexo – mas porque eles aquecem e melhoram a circulação. O mesmo podemos dizer do óleo de jasmim, que, por estimular a glândula pituitária a “produzir” serotonina, auxilia no controle da ansiedade e acaba facilitando o orgasmo. Mas nada que induza ao desejo. Pois bem, é claro que além desses, há diversos outros óleos que também favorecem a relação sexual – dito afrodisíacos – como os seguintes:

Aipo: sedativo e tônico do sistema nervoso central;
Canela: aquece o corpo e estimula o sistema glandular e circulatório;
Cardamomo: tônico do organismo;
Cominho: contêm elementos que imitam os feromônios e tônico do sistema nervoso;
Cravo: aquece e estimula o sistema circulatório;
Gengibre: estimula o sistema circulatório;
Jasmim: controla a ansiedade e produz uma sensação de autoconfiança e envolvimento;
Junípero: tônico do organismo;
Neroli: controla a ansiedade;
Noz moscada: tônico do organismo;
Patchouli: tônico do sistema nervoso central e inspira capacidade e segurança;
Rosas: suavemente estimulante e controla a ansiedade;
Sálvia esclaréia: controla a ansiedade e na mulher regula as desordens menstruais;
Sândalo: controla a ansiedade;
Tomilho: tônico do organismo;
Vetiver: controla a ansiedade;
Ylang ylang: controla a ansiedade e produz uma sensação de sensualidade, de feminilidade e de envolvimento.

Por fim, vale dizer que a forma de uso desses óleos varia conforme a criatividade de cada um. Os homens, por exemplo, podem pingar algumas gotinhas dos óleos essenciais de sândalo ou patchouli nas peças em couro, como na pulseira do relógio, na carteira ou na gola da jaqueta – o que também vale para as mulheres, mas com os óleos de jasmim, rosas e ylang ylang. Pode-se, ainda, pingá-los em um difusor elétrico de aromas, o que ajuda a transformar o “ninho de amor” em um ambiente ainda mais envolvente e sensual. E para fechar, também existe a opção das massagens e dos banhos aromáticos cuja combinação de cravo e canela promete maravilhas.

Os óleos essenciais com propriedades ditas afrodisíacas são, na verdade, agentes “facilitadores” que contribuem para uma união a dois, agindo tanto na mente quanto no corpo. Eles ajudam a pessoa a vencer a timidez, a criar/enriquecer “o clima”, a estimular a circulação, etc. – mas não são os responsáveis pelo excitamento sexual direto.

comprar oleo de cravo comprar oleo de junipero comprar oleo de salvia sclarea

Showing 3 comments
  • DJALMA
    Responder

    gostaria de saber mais…

  • Viviane
    Responder

    Gostei muito como comprar?

    • Wagner Azambuja
      Responder

      Olá Viviane, tudo bem? Você encontra vários óleos essenciais com propriedades afrodisíacas no site da QUINARÍ, categoria de “Óleos Essenciais”.

Deixe um comentário

Curso de Aromaterapia

Aprenda a como utilizar toda a energia dos Óleos Essenciais ao seu favor.

img-aromaterapia
depressao oleos essenciaismolusco contagioso tea tree melaleuca