Óleos Essenciais para os Cabelos

extracaooetopo

Na hora de comprar óleos essenciais, exija qualidade!
Compre óleos essenciais da QUINARÍ!

Fios de Cabelo

Fios de Cabelo

São definidos como fios elásticos ceratinizados, compostos de 70 a 80% de uma proteína chamada queratina, de 3 a 6% de óleo e cerca de 1% de pigmentos, minerais e carboidratos.

Problemas Capilares

Problemas Capilares

São resultantes do desequilíbrio desta estrutura, muitas vezes por conta da má alimentação, hereditariedade e até do estresse. Como exemplo, tem-se a dermatite seborreica, caspa, pontas bipartidas e secas e fios sem brilho.

Óleos Essenciais para os Cabelos

Óleos Essenciais para os Cabelos

● Cabelos secos: cedro e sálvia esclaréia;
● Cabelos oleosos: bergamota, cedro, cipreste, junípero e limão;
● Cabelos com caspas: alecrim e tea tree (melaleuca);
● Cabelos fracos (quedas): alecrim, cedro, tangerina, tomilho e ylang ylang.

Escrito por Wagner Azambuja
Curso de Aromaterapia

Cabelos

O fio de cabelo é, acima de tudo, um pelo que possui a mesma estrutura de todos os pelos do corpo humano, porém com suas particularidades. Eles são definidos como fios elásticos ceratinizados, compostos de 70 a 80% de uma proteína chamada queratina, de 3 a 6% de óleo e cerca de 1% de pigmentos, minerais e carboidratos. Fato é que o desequilíbrio de toda esta estrutura – muitas vezes resultante da má alimentação, hereditariedade e até do estresse – produzem diferentes problemas capilares, tais como dermatites seborreicas, caspas, pontas bipartidas e secas, fios sem brilho, entre outros – problemas estes que são tratados das mais diversas formas, da troca do xampu ao uso controlado de remédios. Entretanto, vem crescendo o uso de óleos essenciais e vegetais nesses tratamentos, produtos 100% naturais que, além da eficácia comprovada, fazem de qualquer terapia uma deliciosa viagem aromática.

Óleos Essenciais para os Cabelos

O tratamento capilar a base de óleos essenciais é bem simples e pode ser feito pela própria pessoa, em casa. No entanto, vale lembrar que a manipulação desses óleos exige um certo cuidado, afinal, eles concentram boa parte dos princípios ativos de uma planta. O óleo de alecrim rico em cineol, por exemplo, é um tônico capilar capaz de prevenir a queda de cabelos e a caspa. Tais propriedades tornaram-se evidentes quando pesquisadores confirmaram a ação vasodilatadora do cineol, através do bloqueio dos canais de cálcio (impedindo, assim, o influxo deste íon), em um estudo que avaliava o efeito cardiodepressor deste elemento. Ou seja, dada a propriedade vasodilatadora do cineol, o óleo de alecrim contribui significativamente para a melhora da vascularização local, o que se traduz numa melhora da qualidade dos fios – ajudando no controle da queda. Já no caso da caspa (dermatite seborreica), este óleo pode ajudar por conta de sua propriedade adstringente, atuando, assim, no controle da oleosidade. Por esta razão, cabelos secos não devem ser “tratados” com este óleo, o qual é indicado para cabelos fracos (queda) e/ou com caspa. Quanto ao modo de preparo, sugere-se que os óleos essenciais sejam diluídos em bases neutras para se evitar a “contaminação” de seus elementos, como em xampus neutros ou óleos vegetais. No caso dos óleos vegetais, os mais indicados para este fim são o de abacate – um poderoso hidratante, o de castanha do pará – que restaura e fortalece os fios, o de gérmen de trigo – rico em vitamina E e o de jojoba – que não é exatamente um óleo e sim uma cera líquida que estimula o crescimento dos cabelos. Em todos estes casos, a proporção deve ser de 6 gotas de óleo essencial para 20 ml de xampu ou óleo vegetal.

Óleos Essenciais para os Cabelos

O óleo essencial de alecrim é rico em cineol, um monoterpeno que exerce ação vasodilatadora sobre a vascularização das camadas onde se encontram os fios de cabelo. Com isto, os fios tornam-se mais fortes e saudáveis.

Óleos essenciais mais indicados para tratamentos capilares:

● Cabelos secos: cedro e sálvia esclaréia;
● Cabelos oleosos: bergamota, cedro, cipreste, junípero e limão;
● Cabelos com caspas: alecrim e tea tree (melaleuca);
● Cabelos fracos (quedas): alecrim, cedro, tangerina, tomilho e ylang ylang.

Modo de usar:

1) colocar o xampu ou o óleo vegetal em uma bacia de cerâmica e acrescentar os óleos essenciais;
2) passar a mistura no couro cabeludo, massageando-o;
3) a seguir, aplicar no restante do cabelo, do couro até as pontas;
4) envolver os cabelos num filme osmótico (aquele plático-filme de cozinha) e fazer uma touca com papel alumínio;
5) deixar agir por 10 a 20 minutos;
6) enxaguar.

Obs: ao optar pelo óleo vegetal, fazer uma higienização prévia do couro cabeludo e dos cabelos com xampu neutro.

Por fim, fica a dica: boa parte dos problemas capilares são facilmente resolvidos a partir de uma reeducação alimentar (adicionando à dieta alimentos ricos em minerais, ômega 3, etc) e através da redução do uso de químicas, chapinhas, secadores e outros.

Comprar Óleo Essencial de Alecrim

alecrimvenda

Produto: Óleo Essencial de Alecrim
Marca: QUINARÍ
Registro na ANVISA: 25351.179866/2017-39

alecrimbarcode
img-selos
Comments
  • Fernanda
    Responder

    Gostaria de saber se quem faz uso de Minoxidil pode usar os oleos essenciais.

Deixe um comentário

Curso de Aromaterapia

Aprenda a como utilizar toda a energia dos Óleos Essenciais ao seu favor.

img-aromaterapia