Óleo Essencial de Tuia Maçã

Óleo Essencial de Tuia Maçã

CLIQUE ABAIXO PARA:

Ideal para:
  • Pratica diária da aromaterapia.
Ideal para:
  • Pessoas comuns (CPF)
    que desejam complementar
    suas rendas;
  • Lojas de aromaterapia;
  • Lojas de produtos naturais;
  • Lojas veganas;
  • Farmácias de manipulação.
Ideal para:
  • Industrias de cosméticos;
  • Industrias de perfumaria;
  • Industrias farmacêuticas;
  • Industrias alimentícias.
Óleos Aromaterapia QUINARÍ

Ao comprar óleos essenciais, exija qualidade!
Compre óleos essenciais da QUINARÍ.
WhatsApp: (42) 99949 1304.

Nome

Óleo Essencial de Tuia Maçã / Thuja Essential Oil

Nome científico

Thuja
occidentalis

Componente de destaque

Tujona / Tuiona
(thujone)

Descrição

Líquido ligeiramente amarelado de sabor/odor fresco, que lembra maçãs.

Principais aplicações

Na aromaterapia, é empregado como analgésico e como estimulante da produção de citoquinas e anticorpos, responsáveis por formar a primeira linha de defesa do corpo contra muitos tipos de infecções. Por induzir a liberação de IFN-γ, mostra-se útil no tratamento de doenças como Ataxia de Friedreich e Distrofia Muscular de Duchenne. Também age positivamente combatendo a exaustão dos nervos, o que melhora estados de stress, cansaço mental e físico (usos externos).

Fonte: Jornal de Aromatologia/2ª Edição/Ano II/2012
Curso de Aromaterapia

Tuia Maçã

Conhecida como árvore da vida, a tuia é nativa da América do Norte e Europa e suas folhas frescas possuem de 0,6 – 1,4% de um óleo essencial que quando liberado no ar, tem um maravilhoso cheiro de “caixa de maçãs”. Quem dá este aroma ao óleo de tuia é a tuiona (tujona), componente presente em mais de 60% do total do óleo. A tuia vêm sendo utilizada há séculos pelos índios norte americanos em cerimônias religiosas (temazcal), sendo um óleo purificador, que favorece a introspecção e contato com a divindade. Conforme a dosagem, a tuiona pode ser tóxica para o fígado e sistema nervoso, sendo portanto recomendado somente uso externo (inalação e massagens) do óleo de tuia. A tuiona é responsável pelo efeito psicodélico da bebida absinto, já que é antagonista de receptores de GABA (inibidor das sinapses a nível cerebral) e serotonina no sistema nervoso, promovendo assim, efeito estimulante. Por sua ação antagonista do receptor serotoninérgico 5-HT3, age como anti-emético (eliminando náuseas e enjôos) via inalação.

Óleo Essencial de Tuia Maçã

O óleo essencial de tuia maçã mostrou em um estudo científico possuir uma ação antinociceptiva (bloqueadora da dor e analgésica) comparada à do THC (tetrahidrocanabinol), existente na Cannabis sativa, e um efeito igual da codeína (analgésico) sendo útil em dores reumáticas e de cabeça, neuralgia e ciática. Algumas pesquisas demonstraram que tanto o óleo de tuia, quanto seus extratos possuem potente efeito imunoestimulante. Há pesquisas de seu emprego no combate a câncer pulmonar, melanoma, assim como AIDS. No câncer observou-se significante redução do desenvolvimento de tumores sólidos. Tal como ocorre como a tuiona, o óleo essencial da tuia mostrou agir como estimulador da produção de citoquinas e anticorpos, com a ativação de macrófagos, linfócitos T “helper” (CD4) e Natural Killers (NK) (todas estas, células de defesa do corpo). Os linfócitos T do tipo CD4 por exemplo, que ficam baixos em pessoas com AIDS, agem localizando células infectadas por vírus, produzindo sinalizadores que estimulam outros linfócitos a destruírem estes agentes virais. São a primeira linha de defesa do corpo contra muitos tipos de infecções, além de possuírem alguma atividade antitumoral. A tuiona do óleo de tuia induz os linfócitos T a liberarem mais destes sinalizadores. Um deles é a interleucina 2 (IL-2 – fator de crescimento de linfócitos T), que faz a medula óssea fabricar mais linfócitos T e “Natural Killers (NK)”, e torna-os “matadores” de micróbios e tumores. A IL-2 também age sobre os linfócitos B como estímulo para formação de anticorpos. Os NK são essenciais em vários aspectos da imunidade, pois a sua disfunção ou deficiência pode levar ao desenvolvimento de doenças autoimunes (como lúpus, diabetes e ateroesclerose) e câncer. Eles também tem sido relacionados com a progressão da asma.

Em doenças infecciosas, muitos pacientes possuem medulas ósseas que não produzem suficientes células de defesa do sangue, como conseqüência da própria infecção. Em uma pesquisa científica sobre o assunto, a coautora Megan T Baldrige diz que “uma das coisas mais importantes que nós descobrimos é que infecções crônicas podem levar à exaustão da medula óssea, sabíamos que uma condição chamada de anemia de doença crônica existia, e este pode ser um dos fatores contribuintes”. Além de estimular a IL-2 e contribuir na regulagem desta exaustão imunológica óssea, que pode ter correlação com o surgimento de doenças como a AIDS e o câncer, a tuiona também induz a liberação de interferon-gama (IFN-γ), que é uma proteína naturalmente produzida em nosso corpo com a função de atuar como um mensageiro para os linfócitos na luta contra os vírus invasores. O IFN-γ “acorda” as células-tronco do sangue em nosso corpo para produzirem células do sistema imunológico que combatem invasores. Em tempos de paz, a maioria das chamadas células estaminais permanece dormentes, e apenas algumas ficam de plantão para manter o equilíbrio no sangue. A pesquisa de Baldrige, mostrou que o interferon-gama (IFN-γ) não só ativa as células tronco durante a infecção, como regula as células tronco em situações “normais”, permitindo ao organismo manter a proporção certa de diferentes células do sangue. A infecção bacteriana detectada pelo sistema imunológico de vigília estimula o aumento da liberação de IFN-γ. Este então parte pela corrente sanguínea para ativar as células tronco hematopoéticas na medula óssea, levando à expansão e mobilização do estoque de células progenitoras imunológicas (as células que produzem finalmente as células do sistema imunológico).

Óleo Essencial de Tuia Maçã
Curso de Óleos Essenciais e Aromaterapia

O óleo essencial de tuia maçã, rico em tuiona (tujona), induz a liberação de interferon-gama (IFN-γ) – uma proteína naturalmente produzida pelo organismo humano que atua como mensageiro para os linfócitos na luta contra os vírus invasores.

Ataxia de Friedreich & Distrofia muscular de Duchenne

Como a tuiona do óleo de tuia maçã induz a liberação de IFN-γ, ele pode contribuir em massagens e inalações no aumento da imunidade latente, como explicado, e também contribuir na redução do quadro evolutivo da “Ataxia de Friedreich” e da “Distrofia muscular de Duchenne” como vemos a seguir. A frataxina é uma proteína localizada na membrana mitocondrial interna e relacionada com o metabolismo do ferro. Em pacientes com “Ataxia de Friedreich (AF)“, a frataxina é parcialmente ou totalmente inativada, presumivelmente por um excesso do radical livre superóxido. Estudos científicos demonstraram que os níveis de frataxina podem ser suprarregulados pelo interferon-gama (IFN-γ) em diversos tipos de células, aumentando a presença da frataxina em neurônios DRG, impedindo-os de alterações patológicas e corrigindo a função sensório-motora de pacientes com AF. Igualmente, na “Distrofia muscular de Duchenne” (miopatia inflamatória recessiva ligada ao cromossomo X, que é a forma mais comum e devastadora de distrofia ainda sem tratamento eficaz), o IFN-γ se destaca por apresentar um papel importante para a regeneração do músculo por ativar mioblastos para a fusão com fibras musculares danificadas e inibir o desenvolvimento da fibrose.

Pela sua ação anti-viral, o óleo de tuia maçã a 2% em gel utilizado 1-2 vezes ao dia com aplicador vaginal, tem sido empregado no tratamento de HPV (papilomavírus humano), potencial causador de câncer do colo do útero. Em verrugas de pele, o óleo de tuia é usada pura sobre a verruga 3 vezes ao dia ao longo de 30-45 dias. No aparelho respiratório, via inalação, este óleo age tratando de bronquites, pólipo nasal, infecções pulmonares e tosse seca irritável. Possui potente ação anti-fúngica útil no tratamento de candidíase e micoses. Tem efeito benéfico nas psoríases, herpes, catapora e bicho geográfico. A tuiona possui efeito estrogênico que age melhorando sensações desagradáveis da menopausa e TPM. Tende a aumentar o fluxo menstrual e por isso deve ser evitada por grávidas. É um óleo útil em úlceras varicosas ou gangrenosas. Estimula a vitalidade de órgãos e nervos que estejam com problemas de paralisia motora, perda de funções como prolapso do reto, incontinência urinária e outros. Age positivamente combatendo a exaustão dos nervos, o que melhora estados de stress, cansaço mental e físico (usos externos). Estudos também demonstraram que a tuiona possui efeito antidiabético na redução da resistência à insulina.

Comprar Óleos Essenciais

Óleos Aromaterapia QUINARÍ

Ao comprar óleos essenciais, exija qualidade!
Compre óleos essenciais da QUINARÍ.
WhatsApp: (42) 99949 1304.

imagens
Mostrando 2 comentários
  • Katya Pereira
    Responder

    Bom dia gostei muito da matéria sobre o Óleo de Tuia

  • Fernando
    Responder

    Como posso usar esse óleo via inalação para estimular a imunidade ou purificar os pulmões? Quantas vezes ao dia? Qual dosagem?
    Obrigado

Deixe um comentário

Curso de Aromaterapia

Aprenda a como utilizar toda a energia
dos Óleos Essenciais ao seu favor.

error: Conteúdo protegido!