Óleo Essencial de Orégano

oreganotopo

NO ATACADO: em torno de USD 440,00 /L | Verificar a
disponibilidade: (42) 99981 0808 ou (42) 99114 0808

Nome

Nome

Óleo Essencial de Orégano / Oregano Essential Oil

Nome Científico

Nome Científico

Origanum vulgare

Componente de Destaque

Componente de Destaque

Carvacrol (cymophenol)

Descrição

Descrição

Líquido de coloração amarelo-escuro de sabor amargo e pungente.

Principais Aplicações

Principais Aplicações

Por conta de suas propriedades anti sépticas e antioxidantes, é empregado numa vasta gama de formulações. Na aromaterapia, é utilizado para fluidificar o muco pulmonar, como neuroprotetor e como antifúngico natural. Na indústria de alimentos, melhora a palatabilidade e aumenta a vida de prateleira (shelf life) de vários produtos.

Escrito por Wagner Azambuja
img-curso-aromaterapia

Orégano

O orégano (Origanum vulgare) é uma planta pertencente à família Lamiaceae (Labiatae) nativa da região mediterrânea. Também conhecida por “manjerona silvestre”, trata-se de uma herbácea, de porte baixo, com altura oscilando entre 25 a 80 cm de altura, com caule ereto e de coloração parda avermelhada, com 4 ângulos e ramoso na extremidade superior. As hastes são consideradas anuais e se não forem colhidas, secam. As folhas são inteiras, pecioladas, verde escuras ou ligeiramente acinzentadas, ovais, com bordos serrilhados e quase sem pelos, com comprimento de 1 a 5 cm. As flores, dependendo da espécie, apresentam variadas cores como rosadas, púrpuras e vermelhas. A semeadura pode ser feita o ano todo e seu ciclo é de 80 dias no verão e de 100 dias no inverno; onde a forma de propagação é feita por sementes ou mudas produzidas por estaquia a partir de ramos ou divisão de touceiras. Quanto ao cultivo, este deve ser feito com espaçamento de 20 x 30 cm entre as plantas, as quais têm preferência por solos férteis e bem drenados.

Óleo Essencial de Orégano

O óleo essencial de orégano, ou origanum oil, é um líquido de coloração amarelo-escuro, de odor característico, extraído por arraste de vapor das partes aéreas desta planta, geralmente no início da floração. Bastante produzido na Europa, em especial na Turquia – país cuja produção mundial atinge entre 15 – 20 toneladas/ano, apresenta densidade entre 0,9350 – 0,9600 g/cm³ e um baixo rendimento sobre a matéria-prima vegetal, em torno de 0,5 e 1%. É, ainda nos dias de hoje, bastante confundido com o óleo Thymus vulgaris, o tomilho, por conta das semelhanças botânicas entre estas espécies. Todavia, o óleo de tomilho é rico em um fenol cristalizável chamado timol, ao passo que o óleo de orégano é rico em outro fenol, não cristalizável, chamado carvacrol (podendo achegar a 80%). Além deste, obviamente, o óleo de orégano ainda contêm vários outros elementos, como o próprio timol, γ-terpeno, p-ameno e outros, cuja sinergia resulta numa poderosa estabilidade, com atividade antioxidante e antimicrobiana comprovadas. Por fim, como era de se esperar, este óleo em contato com a língua revela-se amargo, pungente e ainda produz uma sensação de calor através da ativação das TRPV3 – nossas proteínas que atuam como “sensores de temperatura”.

Óleo Essencial de Orégano

Na antiguidade, o orégano era utilizado para o tratamento de gripes e resfriados, pois se afirmava que ele era capaz de “limpar os pulmões”. No velho Egito, fazia parte de uma formulação aromática desinfetante, capaz de afastar insetos e microrganismos, e, no século XIII, popularizou-se entre os mosteiros; onde era empregado na culinária e como remédio para problemas respiratórios. Atualmente, o orégano – tal como seu óleo essencial – vem sendo utilizado pelos mais variados ramos da indústria, com destaque para a de alimentos, onde é empregado como ingrediente de sabor e aroma e como conservante natural.

Aplicações

De acordo com alguns estudos, o óleo essencial de orégano apresenta propriedades mucolíticas, ajudando a fluidificar o muco pulmonar e facilitando a sua expulsão. É considerado um tônico e purificador geral, que atua sobre distúrbios neurovegetativos e age como coadjuvante no alívio de cólicas menstruais, reumatismo e dores musculares em geral. Em 2009, comprovou-se que este óleo atua sinergicamente com a nistatina, um antifúngico alopático utilizado em infecções por Candida, entre outros fins. Desta maneira, é possível reduzir a dose e os dias de tratamento, assim diminuindo os efeitos tóxicos da nistatina, em especial sobre os rins. Além disso, pouco depois, foi publicado no US National Library of Medicine que ele, em conjunto com um estímulo térmico (aquecimento), promovem a supressão do processo autoimune da artrite reumatoide, funcionando como um poderoso anti-inflamatório. Também, de acordo com Jiménez (1993) em “Thymus zygis Oil: Its Effects on CCI4-Induced Hepatotoxicity and Free Radical Scavenger Activity”, o carvacrol é um ótimo agente hepatoprotetor, pois, numa concentração de 125 mg/Kg, protegeu os ratos submetidos ao tetracloreto de carbono (CCl4) de lesões hepáticas agudas por “estresse oxidativo”.

Conforme Tognolini (2006) em “Comparative screening of plant essential oils: phenylpropanoid moiety as basic core for antiplatelet activity.”, o óleo essencial de orégano, tal como o ácido acetilsalicílico (AAS), age como um antiagregante plaquetário, o que dificulta (ou impede) a formação de trombos (trombose). Com isto, ele é capaz de reduzir eventos cardiovasculares em pacientes portadores de Doença Arterial Coronariana (DAC) e outras. Já em 2013, num outro estudo publicado no US National Library of Medicine, comprovou-se que este óleo, por conta do seu alto teor de carvacrol e sinergias (relacionadas a atividade antioxidante), possui ação neuroprotetora e anti-glicante – sendo capaz de atenuar déficits cognitivos em ratos diabéticos. A glicação é a principal causa de doenças clínicas vasculares em pacientes portadores de diabetes, que, no cristalino pode causar o desenvolvimento de catarata e no cérebro doenças neuro-degenerativas. Assim, este óleo pode auxiliar na neuroproteção, e, também, afetar positivamente na redução de estados depressivos ou intensidade de seus sintomas, além de outros problemas neurológicos que possuem correspondência com radicais livres e a glicação. Todavia, até o momento, ainda não existem estudos que confirmem tais propriedades em seres humanos.

Em 1996, Sivropoulou em “Antimicrobial and Cytotoxic Activities of Origanum Essential Oils” demonstrou que o óleo essencial de orégano (com 79,6% de carvacrol), numa concentração de apenas 0,01%, é letal para 2 tipos de linhagens de células cancerígenas, a Hep-2 e a HeLa. Inclusive, no universo científico, há vários outros estudos demonstrando o potencial antitumoral deste óleo (e do carvacrol), como relatos de sua capacidade em inibir o crescimento de células leucêmicas humanas (K562), células de câncer de pulmão (A549), células de câncer de mama metastáticas, etc. Ou seja, trata-se de um óleo que, de fato, deve ser melhor estudado para este fim, e explorado. Já na indústria de alimentos, conforme já exposto, o óleo essencial de orégano vem ganhando bastante espaço. Afinal, além do seu aroma diferenciado e gosto levemente amargo, que melhoram a palatabilidade, ele proporciona o aumento da vida de prateleira (shelf life) de vários produtos através da inibição do crescimento de microrganismos indesejáveis; por vezes responsáveis pela deterioração dos alimentos. O carvacrol, mais uma vez, é o componente chave por trás desta propriedade. Em uma pesquisa de 2010, comprovou-se que o óleo de orégano, quando aplicado à molhos prontos, é capaz de inibir significativamente a proliferação de cepas de Escherichia coli, Staphylococcus aureus, Salmonella choleraesuis e Aspergillus niger; colocando-o como uma excelente alternativa a alguns conservantes; que podem fazer mal a saúde. Por conta disto, já é comum a sua aplicação em molhos, carnes, massas, etc.

Comprar Óleo Essencial de Orégano

oreganovenda

Produto: Óleo Essencial de Orégano
Marca: QUINARÍ
Registro na ANVISA: 25351.183189/2017-11

oreganobarcode
img-selos
Showing 3 comments
  • Simone Rochtaschel FOss
    Responder

    Gostaria de comprar o óleo de orégano mas primeiro preciso da ficha técnica deste produto anunciado. Poderiam, por favor, me enviar?
    obrigada.

  • Joalen
    Responder

    Oi, queria informações a respeitos das propriedades físico-químicas do óleo essencial de orégano.
    O ponto de ebulição, viscosidade, dentre outros.
    Obg!

  • Eugenia Soares
    Responder

    Olá. Eu moro no Canada e há mais de 13 anos utiliso o óleo de orégano para combater minhas gripes e até straptococos. O que é sensacional, é que vem num vidrinho, concentradíssimo, com um conta gotas. Coloco uma gotinha de nada no fundo da língua e pronto. É tão forte que anestesia toda a garganta, desentope o nariz… literalmente, se essa gotinha toca a lingua… Ai Jesus!!!! É mega forte.
    Gostaria se o de vcs é assim aí no Brasil, pois minha irmã anda procurando para comprar.
    Obrigada.

Deixe um comentário

error: Content is protected !!