Óleo Essencial de Laranja Amarga

Óleo Essencial de Laranja Amarga (Bitter Orange)

CLIQUE ABAIXO PARA:

Ideal para:
  • Pratica diária da aromaterapia.
Ideal para:
  • Pessoas comuns (CPF)
    que desejam complementar
    suas rendas;
  • Lojas de aromaterapia;
  • Lojas de produtos naturais;
  • Lojas veganas;
  • Farmácias de manipulação.
Ideal para:
  • Industrias de cosméticos;
  • Industrias de perfumaria;
  • Industrias farmacêuticas;
  • Industrias alimentícias.
Óleos Aromaterapia QUINARÍ

Ao comprar óleos essenciais, exija qualidade!
Compre óleos essenciais da QUINARÍ.
WhatsApp: (42) 99949 1304.

Nome

Óleo Essencial de Laranja Amarga / Bitter Orange Essential Oil

Nome científico

Citrus
aurantium

Componente de destaque

Limoneno
(limonene)

Descrição

Líquido amarelo alaranjado de consistência fina e odor cítrico.

Principais aplicações

Fabricação de cosméticos que visam atenuar os sinais da celulite (pela quebra das células de gordura) e como agente tonificador. Em 2009, ficou comprovado a sua ação gastroprotetora, razão pela qual é utilizado para o tratamento de úlceras e gastrite. Na aromaterapia, também é considerado um óleo promotor da paz, da calma e da tranquilidade. Ainda é empregado na fabricação de fragrâncias e perfumes, com o objetivo de requintar combinações cítricas, e de alimentos e bebidas, como flavorizante.

Escrito por Wagner Azambuja
Curso de Aromaterapia

Laranja Amarga ou da Terra (Bitter Orange)

A laranja amarga (Citrus aurantium), também conhecida como laranja-de-sevilha, laranja-silvestre e laranja da terra (no Brasil), é originária da Ásia tropical e atualmente vem sendo cultivada em vários países. Planta da família das rutáceas, trata-se de uma árvore de pequeno ou médio porte, com aproximadamente 8 a 10 metros de altura e copa densa. Suas folhas são ovais-lanceoladas, cuja extremidade possui uma ponta longa e aguda, a qual têm entre 4 e 9 cm de comprimento com aproximadamente 3 cm de largura, sem a presença de tricomas. Verde é a sua cor característica, mas, com o passar do tempo, torna-se amarelo-acinzentado e perde gradativamente o seu aroma. Suas flores (neroli) são brancas, com 5 pétalas e apresentam uma intensa e suave fragrância. Aliás, são elas as responsáveis pelo indescritível perfume que inunda as ruas de Sevilha, na Espanha, quando as laranjeiras ficam floridas na primavera. Já os frutos, por fim, têm um formato arredondado e rugoso, com casca grossa e de coloração amarelada quando maduros. No Brasil, a laranja da terra foi introduzida em 1587.

“Laranja” vem da palavra indiana “narayan”, que significa “perfume de dentro”.

Óleo Essencial de Laranja Amarga ou da Terra

O óleo essencial de laranja amarga (da terra), bitter orange oil, CAS number 68916-04-1, é um líquido amarelo alaranjado, de consistência fina, obtido a partir da prensagem a frio das cascas desta laranja. Neste processo, cerca de 300 Kg de cascas são necessários para se obter 1 litro de óleo essencial e as frutas – muitas vezes ainda verdes, são despejadas inteiras diretamente na prensa hidráulica, onde suco e óleo são expelidos simultaneamente através do esmagamento. De aroma cítrico, doce e picante, seu principal constituinte é o limoneno, com aproximadamente 92% – cujo teor aumenta com o amadurecimento do fruto. Contém também cerca de 1,5% de mirceno – um elemento bastante versátil, de comprovado efeito calmante (que atua diretamente nos receptores canabinoides CB1), em média 2,1% de ésteres, com predomínio do acetato de linalilo, e, ainda, geranilo, nerilo e citronelilo. Os alcoóis livres aparecem em pequenas quantidades, como o linalol e o terpineol. E por fim, têm-se também os ácidos e fenóis livres, em porcentagens sempre inferiores a 1% e a presença de 1,8-cineol e cânfora em alguns óleos. Dentre os principais produtores mundiais, estão o Brasil, com uma significativa parcela da produção centralizada no Estado de São Paulo, e Turquia.

Óleo Essencial de Laranja Amarga
Curso de Óleos Essenciais e Aromaterapia

Para se obter 1 litro de óleo essencial de laranja amarga, são necessários cerca de 300 Kg de cascas da fruta, as quais muitas vezes são despejadas inteiras diretamente na prensa hidráulica, onde suco e óleo são expelidos simultaneamente através do esmagamento.

Propriedades e Aplicações

O óleo essencial de laranja amarga vem sendo utilizado nos mais variados ramos da indústria, com destaque para a de alimentos, perfumaria, cosméticos e insumos farmacêuticos. Na aromaterapia, é considerado um óleo promotor da paz, da calma e da tranquilidade, o que pode ser explicado pela presença do limoneno e mirceno em sua composição – conhecidos depressores do sistema nervoso central (SNC). Inclusive, uma pesquisa publicada em 2002 no Biological and Pharmaceutical Bulletin comprovou o aumento do sono induzido por pentobarbital sódico (40 mg/Kg) em ratos através da administração, por via oral, de 1,0g deste óleo /Kg. Em outro estudo, os pesquisadores observaram um aumento do tempo de latência de convulsões em ratos (induzidos por pentilenotetrazol) pela administração de 0,5g de óleo /Kg, sugerindo, desta maneira, que o óleo talvez possa auxiliar no controle das crises. Já em 2008, por fim, estudos demonstraram que este óleo, numa concentração de 25% (p/v), apresenta um considerável efeito ansiolítico e, em 2009, ficou comprovado a sua eficácia gastroprotetora, afinal ele foi capaz de reduzir significativamente as lesões gástricas induzidas por etanol absoluto e um fármaco anti-inflamatório não esteroidal, também em ratos. Neste caso, a gastroproteção ocorre pelo aumento na produção de muco gástrico induzido pela manutenção dos níveis basais de PGE2. É por esta razão que o óleo essencial de laranja amarga vem sendo frequentemente indicado para o tratamento de úlceras e gastrite.

Além disto, como este óleo é rico em limoneno (aprox. 90%), faz-se necessário citar algumas de suas propriedades, já comprovadas. Quando isolado, o d-limoneno é um líquido incolor, oleoso, relativamente estável, resistente à hidrólise cujo universo de aplicações sofreu grande expansão na última década. Também presente nos óleos de laranja, tangerina e grapefruit, na aromaterapia ele se tornou bastante conhecido por prevenir e auxiliar no tratamento de diversas doenças. Por exemplo: segundo pesquisas, o d-limoneno é capaz de dissolver cálculos de colesterol na vesícula, descongestionar o fígado (especialmente após a ingestão de grande quantidade de álcool e alimentos altamente gordurosos) e atuar como um poderoso aliado na luta contra alguns tipos de câncer. De acordo com uma pesquisa do Hospital Universitário de St. Radbound/Holanda, ele é um potente estimulante da GST (Glutationa S-Transferase), uma enzima desintoxicante que promove a conjugação de carcinógenos que sofrem prévia bioativação pelas enzimas de fase I do metabolismo de xenobióticos no interior do citocromo P450. Isto significa que este elemento, ao aumentar a atividade da GST, diminui a toxicidade de substâncias mutagênicas – contribuindo, assim, para a desintoxicação do organismo.

Em cosméticos, o óleo essencial de laranja amarga vem ocupando um espaço significativo entre os produtos que prometem combater a celulite. Afinal, está comprovado que ele age como um inibidor da enzima fosfodiesterase, assim como a cafeína. Ao inibir esta enzima, eleva-se a meia vida do AMPc intracelular, e, com isto, ocorre um aumento nos níveis de lipólise. Ou seja, o óleo de fato estimula a quebra das células de gordura, o que pode ser útil não só contra as celulites, mas também contra várias outras condições. Porém, o The Research Institute for Fragrance Materials alerta: a concentração máxima deste óleo em produtos cosméticos deve ser de até 1,25%, por conta da fototoxicidade das furanocumarinas que compõem o óleo. Por fim, na indústria de fragrâncias e perfumes, o óleo de laranja amarga é empregado com o intuito de realçar as notas cítricas de diversas composições; marcando presença nos clássicos ARMANI CODE FOR HER (2006), por Armani, YLANG IN GOLD (2012), por BLACK, BLACK (2011), por BLACK e vários outros; bem como na indústria de alimentos, principalmente de bebidas – presente, por exemplo, no lendário licor de laranja Patrón Citrónge.

Óleo de Laranja Amarga e a Celulite

A celulite é o resultado de uma “alteração” que ocorre no tecido gorduroso sob a pele, reduzindo a circulação neste local e distorcendo o tecido conjuntivo de suporte – que externamente dá o aspecto “casca de laranja“. Rara nos homens, esta manifestação acomete mais de 90% das mulheres e sua origem está ligada a um conjunto de fatores, como predisposição genética, distúrbios hormonais – especialmente na puberdade, gravidez e climatério – sedentarismo, má alimentação, estresse, tabagismo e outros. O óleo essencial de laranja amarga tem efeito lipolítico comprovado, pois é capaz de estimular os receptores beta3-adrenérgicos e inibir, em paralelo, a enzima fosfodiesterase, tal como a cafeína, conforme cita Dallas (2008) em “Lipolytic effect of a polyphenolic citrus dry extract of red orange, grapefruit, orange (SINETROL) in human body fat adipocytes. Mechanism of action by inhibition of cAMP-phosphodiesterase (PDE)”. Tecnicamente, ao inibir a fosfodiesterase, este óleo aumenta a atividade da AMPK, que é a Proteína Quinase Ativada por AMP – trazendo mais glicose para as células (para a produção de ATP) e elevando, ao mesmo tempo, a meia vida do AMPc intracelular. Resultado: lipólise (quebra das moléculas de gordura). No combate às celulites, os óleos essenciais também devem ser utilizados em associação com outros óleos, os vegetais. Isto porque os essenciais são super concentrados e o seu uso na forma pura pode ocasionar problemas como alergias, irritações e até queimaduras. Então, neste caso, os óleos vegetais servem “de base” ou “de veículo” para os essenciais. Com relação à massagem, é importante que ela obedeça ao “sentido da linfa”. Afinal, esta técnica de massagem, conhecida por drenagem linfática, estimula o sistema linfático a trabalhar mais rápido – o que desobstrui os canais da pele e ajuda a eliminar os inchaços causados pelo acúmulo de toxinas. Basicamente, os movimentos da drenagem linfática são suaves e precisos, em forma circular e espiralada. Então, no caso das coxas, por exemplo, deve-se – em pé – colocar uma das pernas sobre uma superfície um pouco mais alta (como um banquinho) e massagear a coxa em direção a virilha em movimentos alternados por 10 minutos.

Formulação recomendada:

● 100 ml de óleo vegetal de semente de uva;
● 15 gotas de óleo essencial de laranja amarga;
● 15 gotas de óleo essencial de limão;
● 15 gotas de óleo essencial de zimbro/junípero.
(que deverá ser armazenado em frasco âmbar de vidro)

Em cosméticos, o óleo essencial de laranja amarga vem ocupando um espaço significativo entre os produtos que prometem combater a celulite. Afinal, está comprovado que ele age como um inibidor da enzima fosfodiesterase, assim como a cafeína. Ao inibir esta enzima, eleva-se a meia vida do AMPc intracelular, e, com isto, ocorre um aumento nos níveis de lipólise. Ou seja, o óleo de fato estimula a quebra das células de gordura, o que pode ser útil não só contra as celulites, mas também contra várias outras condições.

Depressão do Sistema Nervoso Central (SNC) pelo (+)-Limoneno

Sabe-se que os constituintes de um óleo essencial, de acordo com suas características físico-químicas, podem, através de sua simples inalação, alcançar a corrente sanguínea e atingir o sistema nervoso central (SNC). Para ilustrar isto, tem-se a pesquisa de Falk-Filipsson (1993), intutulada “d-Limonene exposure to humans by inhalation: uptake, distribution, elimination, and effects on the pulmonary function”, onde 8 voluntários do sexo masculino foram expostos a vaporização com limoneno (pureza de 97% a 450 mg/m3) durante uma série de exercícios físicos. Neste experimento, após 1 hora, a concentração média sanguínea nos capilares foi de 1,5, 11 e 21 µmol/L – passando-se para 1,5, 12,5 e 23 µmol/L após 2 horas, demonstrando que o limoneno, de fato, atinge a circulação sanguínea via inalação. Além disto, dada as características físico-químicas do limoneno, vários estudos afirmam que ele pode exercer um efeito depressor no SNC, o que explica, em partes, a ação calmante e sedativa dos óleos ricos neste composto, como os de laranja e limão. É o caso do trabalho “Effects of the essential oil from Citrus aurantium L. in experimental anxiety models in mice”, de Pultrini (2006), que demonstrou uma diminuição da atividade espontânea, da criação e do comportamento geral de ratos submetidos ao óleo essencial de Citrus aurantium, com 97,83% de limoneno e 1,43% de mirceno e do “Central effects of citral, myrcene and limonene, constituents of essential oil chemotypes from Lippia alba (Mill.)”, Do Vale (2002), que demonstrou um aumento na duração do sono induzido por pentobarbital em camundongos na dose de 200 mg/Kg, ambos indicando uma atividade depressora no SNC.

A partir de premissas como estas, então, deu-se início a uma investigação para descobrir o mecanismo de ação do limoneno no SNC, seja pelo uso interno ou mesmo inalado. Em 2014, Almeida em “Potential antioxidant and anxiolytic effects of (+)-limonene epoxide in mice after marble-burying test” relatou que o limoneno atua no SNC por meio do sistema GABAérgico, afinal, os ratinhos tratados com flumazenil – um antagonista dos efeitos hipnóticos e sedativos provocados pelos benzodiazepínicos – tiveram seus efeitos depressores revertidos; sugerindo que o limoneno atua da mesma forma que fármacos como diazepam, clonazepam e bromazepam, que são benzodiazepínicos clássicos empregados, dentre outros fins, no tratamento da depressão. Por fim, em “Lemon oil vapor causes an anti-stress effect via modulating the 5-HT and DA activities in mice”, Komiya (2006) demonstrou que a inalação do óleo de limão eleva os conteúdos de dopamina no hipocampo e de 5-HT (serotonina) no córtex pré-frontal e hipocampo, num mecanismo semelhante a ação de alguns antidepressivos. Afinal, sabe-se que a elevação destas monoaminas bioquímicas (dopamina e serotonina) no cérebro está diretamente relacionada com as sensações de prazer e de bem-estar. Diante do exposto, fica-se claro que os óleos ricos em limoneno podem, pela simples inalação, contribuir para o equilíbrio de um estado emocional alterado, trazendo conforto e tranquilidade ao paciente por meio da ação direta no SNC.

Comprar Óleos Essenciais

Óleos Aromaterapia QUINARÍ

Ao comprar óleos essenciais, exija qualidade!
Compre óleos essenciais da QUINARÍ.
WhatsApp: (42) 99949 1304.

imagens
Mostrando 4 comentários
  • welington
    Responder

    Gostaria de saber em qual loja ou aonde comprar esse oleo da laranja amarga?.

    • PRISCIILA
      Responder

      boa tarde , wellington ,eu trabalho (22)97403-7222

  • vera almeida
    Responder

    gostaria de saber onde posso comprar esse oleo da laranja amarga pois morro em salvador e tenho gastrite e gostaria muiito de obte-lo.

  • francelise
    Responder

    gostaria de saber onde posso comprar esse oleo da laranja amarga pois moro em Curitiba, tenho gastrite e gostaria muito de obtê-lo.

Deixe um comentário

Curso de Aromaterapia

Aprenda a como utilizar toda a energia
dos Óleos Essenciais ao seu favor.

error: Conteúdo protegido!