Óleo Essencial de Canela

oecanelacascatopo

NO ATACADO: em torno de USD 300,00 /L | Verificar a
disponibilidade: (42) 99981 0808 ou (42) 99114 0808

Nome

Nome

Óleo Essencial de Canela / Cinnamon Essential Oil

Nome Científico

Nome Científico

Cinnamomum
cassia

Componente de Destaque

Componente de Destaque

Aldeído Cinâmico /
Cinamaldeído

Descrição

Descrição

Líquido amarelo dourado, de cheiro delicado, com sabor doce, quente e aromático.

Principais Aplicações

Principais Aplicações

Na fabricação de fragrâncias e perfumes (notas picantes, secas e quentes) e de alimentos e bebidas, como flavorizante. Na aromaterapia, é empregado como um poderoso antisséptico, como agente excitante do aparelho gastrointestinal e do útero e como afrodisíaco, afinal estimula o sistema circulatório e glandular.

Escrito por Wagner Azambuja
Curso de Aromaterapia

Canela

A caneleira (Cinnamomum cassia) é uma árvore nativa do Ceilão, atual Sri Lanka. Hoje muito cultivada na Índia, trata-se de uma espécie que pertence à família Lauraceae e pode atingir até 15 metros de altura. No entanto, com o objetivo de estimular a brotação de novos ramos e a colheita, a caneleira é freqüentemente podada – para atingir, no máximo, 3 metros de altura. Era a especiaria mais procurada na Europa antiga, pois comercializá-la era sinônimo de riqueza. Por exemplo: um quilograma de canela no século XVI, vendida pelos portugueses, chegou a custar dez gramas de ouro. Fato é que o tempo passou e a canela, encontrada com certa facilidade no comércio de especiarias atualmente, vem sendo utilizada para os mais diversos fins, como em temperos, medicamentos, bebidas, sabonetes, perfumes, etc.

“O nome Cinnamomum vem do grego kinnamon, que é, provavelmente, uma corruptela do nome local da planta, kayu manis, ou seja, madeira doce.”

Óleo Essencial de Canela

O óleo essencial de canela pode ser extraído tanto das cascas como das folhas. O óleo essencial da casca é um líquido amarelo dourado, de cheiro delicado, com sabor doce, quente e aromático. Contêm de 42 a 75% de aldeído cinâmico (cinamaldeído), o elemento responsável pelo aroma clássico da canela, e de 4 a 10% de eugenol, dosado pelo hidróxido de sódio a 3%. Dentre seus constituintes minoritários, destacam-se o alfa-pineno, alfa-felandreno, cariofileno, linalol, cumínico, hidrocinâmico, nonílico e furfural. É considerado um poderoso anti-séptico e vem sendo bastante empregado na indústria farmacêutica e de alimentos como flavorizante, bem como na fabricação de perfumes. Na perfumaria, ele confere um tom picante, seco e quente as colônias, fazendo deste elemento um importante ingrediente na fabricação de vários perfumes orientais amadeirados, presente, por exemplo, no BLACK XS (2005), de Paco Rabanne e BOSS ORANGE (2009), de Hugo Boss. Já o óleo das folhas é rico em eugenol, razão pela qual é destinado a outros mercados, menos exigentes. Nesses óleos, o aldeído cinâmico é revelado por manchas amareladas obtidas com a dinitrofenilhidrazina ou, então, de cor ruivas pela orto-dianisidina e o eugenol, por sua vez, pode ser identificado pela cor azul-violácea, obtida com a dibromoquinona-cloroimida.

O óleo essencial de canela casca possui as seguintes propriedades comprovadas: é antiespasmódico, anestésico, anticoagulante, estimulante, antibacteriano e antiflatulente. Em testes de laboratório, o cinamaldeído isolado inibiu (embora nem sempre) o desenvolvimento de leveduras resistentes ao fluconazol, um medicamento indicado para uma série de infecções fungicidas, como a candidíase vaginal. Mostrou-se, também, eficaz contra as bactérias que vivem no dorso da língua e moderada ação antiagregante plaquetária. Num outro estudo, realizado em 2012 e com ratos, este óleo causou grande surpresa ao promover um aumento da concentração e motilidade do esperma além de proteger os órgãos reprodutores masculinos contra danos ocasionados pelo tetracloreto de carbono (utilizado na indústria como solvente), acompanhados de um aumento significativo dos testículos e epidídimos. É, ainda, um excitante do aparelho gastrintestinal e do útero, entretanto, em doses excessivas produz irritação das mucosas e hematúrias (urina com sangue). Por fim, é um dos óleos mais utilizados como afrodisíaco, afinal, estimula o sistema circulatório e glandular; considerado, portanto, um óleo quente. PS: por conta de sua moderada ação nas plaquetas, como antiagregante, deve ser administrado com cautela por portadores de hemofilia (hereditária ou adquirida), pacientes com deficiência de vitamina K ou doenças do fígado.

Cinamaldeido_Art

Curso OnLine de Aromaterapia

Existem diversas técnicas para determinar o teor de aldeído cinâmico no óleo essencial de canela. Dentre elas, há um método gravimétrico, bastante empregado, que consiste em precipitar o aldeído cinâmico pela semioxamazida sob a forma de semioxamazona, pesando-a depois de seca.

Mecanismo de Ação do Cinamaldeído

Sobre o mecanismo de ação do cinamaldeído em humanos, testes in vitro utilizando homogenatos de pele humana indicam que ele é metabolizado pela enzima aldeído desidrogenase (ALDH), a mesma envolvida no metabolismo do álcool (convertendo o acetaldeído em acetato). Desta maneira, produz-se como metabolitos o ácido cinâmico e o álcool cinâmico. Aliás, estes dois metabolitos não reagem espontaneamente com a glutationa, ao contrário do cinamaldeído. Ou seja, de acordo com estudos envolvendo ratos, o cinamaldeído reduz consideravelmente a ação das glutationa-S-transferase (GSTs), que possuem um papel central na biotransformação e eliminação de xenobióticos e na defesa das células contra o estresse oxidativo. Porém, em algumas situações, como na quimioterapia contra o câncer, torna-se interessante reduzir a ação das GSTs. Afinal, desta maneira, os agentes terapêuticos não são rapidamente “detoxificados” pela ação catalítica das GSTs, que pode levar a resistência. Outros inibidores das GSTs, como o 8-metoxipsoraleno (8-MOP), um derivado do psoraleno, já estão sendo estudados como promissores antineoplásicos. Além disto, o cinamaldeído mostra-se como um potente inibidor da xantina oxidase, a enzima que produz ácido úrico a partir de um substrato chamado hipoxantina. Este é, inclusive, o mecanismo de ação do fármaco alopurinol, utilizado para prevenir crises de gota e outras condições associadas com o excesso de ácido úrico no corpo. Isto pressupõe que o cinamaldeído pode, eventualmente, ser utilizado no tratamento de manifestações desta natureza.

Formulações Aromaterápicas com Óleo de Canela

● PNEUMOPATIAS, pelo Dr. Jean-Pierre Willem (2018) em “Óleos Essenciais Antivirais”
Informações gerais: o termo abrange todas as patologias que afetam os pulmões, sejam elas agudas ou crônicas. Podem ter origem infecciosa ou não, tais como nas alergias e fibroses. Numa pneumonia, por exemplo, os alvéolos pulmonares, os brônquios e o tecido intersticial (que circunda as diferentes estruturas pulmonares) são afetados e os sintomas mais comuns são a tosse seca ou produtiva, dor no peito, febre e dificuldade em respirar, com dor aguda durante inspirações profundas.

Formulação:
– OE Ajowan (Trachyspermum ammi): 2 mL
– OE Canela da China ou Cássia (Cinnamomum cassia): 2 mL
– OE Eucalipto (Eucalyptus globulus): 3 mL
– OE Eucalipto-radiata (Eucalyptus radiata): 3 mL
– Aplicar 8 a 10 gotas da mistura no tórax e na parte superior das costas, 4 a 6 vezes por dia por 15 dias.

● VERRUGAS, pelo Dr. Jean-Pierre Willem (2018) em “Óleos Essenciais Antivirais”
Informações gerais: estas pequenas excrescências de carne de consistência variável podem aparecer por todo o corpo, sendo mais comuns nas mãos e nos pés. Devem-se a vírus de dois tipos: os papilomas, que afetam particularmente áreas úmidas e confinadas, como sapatos esportivos, piscinas, chuveiros, tapetes de solo (tatames), etc.; e os condilomas, verrugas genitoanais que se enquadram no âmbito das doenças sexualmente transmissíveis (DST). As verrugas, como um todo, são transmitidas de pessoa para pessoa com diferentes graus de contágio. Às vezes, elas podem desaparecer espontaneamente, todavia, o tratamento é sempre recomendado.

Formulação:
– OE Canela do Ceilão Cascas (Cinnamomum verum): 1 mL
– OE Canela da China ou Cássia (Cinnamomum cassia): 1 mL
– OE Segurelha de Inverno (Satureja montana): 1 mL
– OE Limão Siciliano (Citrus limon): 2 mL
– Aplicar 2 gotas da mistura na verruga, manhã e noite, o tempo necessário (até 8 semanas).

(*) as formulações acima foram retiradas da literatura e não exprimem, necessariamente, a opinião deste site. Além disto, antes do início de qualquer tratamento, é expressamente recomendável consultar um profissional de saúde devidamente habilitado.

Comprar Óleo Essencial de Canela

oecanelacascavenda

Produto: Óleo Essencial de Canela
Marca: QUINARÍ
Registro na ANVISA: 25351.280763/2018-11

canelacascabarcode
img-selos
Mostrando 3 comentários
  • Edione Dornelles
    Responder

    Oi Wagner!
    Gosto muito de seus comentários!
    Fiz uma extração experimental e amadora de folha de canela…mas saiu tipo uma “resina”…como faço pra transformar isso em óleo essencial?

  • Daiane Nogueira
    Responder

    Boa tarde.

    De que parte da planta é extraído o óleo essencial de canela de vocês? Qual método de extração é utilizado?

    Att,

  • Rogério Fuly
    Responder

    Olá, poderia me indicar um fornecedor de folhas e galhos de canela cassia? Agradeço.

Deixe um comentário

Curso de Aromaterapia

Aprenda a como utilizar toda a energia dos Óleos Essenciais ao seu favor.

img-aromaterapia
error: Conteúdo protegido!