Óleo Essencial de Camomila Alemã

camomilatopo

NO ATACADO: em torno de USD 1.800,00 /L | Verificar a
disponibilidade: (42) 99981 0808 ou (42) 99114 0808

Nome

Nome

Óleo Essencial de Camomila Alemã / Óleo Essencial de Camomila Azul / Chamomile Blue Essential Oil

Nome Científico

Nome Científico

Matricaria
recutita

Componente de Destaque

Componente de Destaque

Camazuleno
(chamazulene)

Descrição

Descrição

Líquido azul brilhante que, pela exposição à luz, torna-se verde e depois castanho, de cheiro característico, sabor amargo e consistência viscosa.

Principais Aplicações

Principais Aplicações

Bastante empregado na fabricação de cosméticos e medicamentos por conta de suas propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes, analgésicas, fotoprotetoras e antioxidantes. Na aromaterapia, é utilizado principalmente como anti-inflamatório de uso geral, em casos de artrite, torcicolos, contusões, dores musculares, etc., e na formulação de produtos anti-idade, anti-acne, removedores de manchas e pós-barba.

Escrito por Wagner Azambuja
Curso de Aromaterapia

Camomila Alemã

A camomila-alemã (Matricaria recutita), conhecida até pouco tempo como Matricaria chamomilla, é uma planta herbácea muito utilizada desde a antiguidade pelos egípcios, gregos e romanos por suas propriedades medicinais, cosméticas, ornamentais e aromáticas. Pertencente à família Asteraceae, ela apresenta caule ereto, glabro (sem pelos) e ramificado de folhas delgadas e bem recortadas. Alcança cerca de 30 a 50 cm de altura e suas flores lembram pequenas margaridas brancas cuja floração ocorre na primavera e no verão. Foi introduzida no Brasil há aproximadamente 100 anos pelos imigrantes Europeus e atualmente é usada no preparo do suave e delicioso “chazinho”, apontado como sedativo e indicado para aliviar as cólicas dos bebês.

“Há um bom motivo para os herboristas terem apelidado a camomila de “cortisona da natureza”: de acordo com um estudo publicado no European Journal of Medical Research, o creme de camomila funcionou 0,5% melhor do que a hidrocortisona no tratamento de inflamações e irritações associadas a eczemas.”

Óleo Essencial de Camomila Alemã (Azul)

O óleo essencial de camomila alemã (ou azul) encontra-se nos canais secretores e tricomas glandulares existentes nos capítulos florais da Matricaria recutita. Sua colheita, visando a extração de óleo, deve ser feita pela manhã, e, o processo de secagem (na sequência) é uma das etapas mais críticas da cadeia, afinal, os capítulos precisam perder água e manter o máximo possível o teor de óleo essencial. O processo de secagem, inclusive, apresenta um rendimento final de aproximadamente 20% e, no final, a camomila deve conter perto de 12% de umidade, o que representa a menor perda em óleo e a maior segurança durante a armazenagem (contaminação por fungos). Quanto ao óleo, este é um líquido azulado que, pela exposição à luz, torna-se verde e depois castanho, de cheiro característico, sabor amargo e consistência viscosa. Seu rendimento médio é de 0,4% sobre o peso seco de suas flores e, na sua composição, já foram identificados mais de 100 elementos, com destaque para o alfa-bisabolol, o camazuleno e bisabolol óxidos A e B (precursores do alfa-bisabolol). No mundo todo, inclusive, já foram catalogados 6 quimiotipos (QTs) diferentes deste óleo, cujas porcentagens de seus constituintes químicos variam significativamente, a saber: α-bisabolol óxido A/(E)-β-farneseno (do Egito), α-bisabolol óxido A (da Holanda), α-bisabolol óxido A/α-bisabolol óxido B (do Brasil), farneseno/camazuleno (da Bulgária), α-bisabolol/(E)-β-farneseno (da Finlândia) α-bisabolol óxido A/camazuleno (da Alemanha). Nos óleos brasileiros, então, os constituintes principais são α-bisabolol óxido A, com cerca de 17%, e α-bisabolol óxido B com cerca de 23%, de acordo com Matos (1993) em “Constituents of Brazilian Chamomile Oil”.

No óleo de camomila azul, o camazuleno é formado durante o processo de destilação, quando a matricina – uma lactona naturalmente presenta na camomila – converte-se em camazuleno através do calor e da pressão resultantes da extração. Ao camazuleno, atribuem-se duas propriedades de suma importância: 1) ele é quem dá ao óleo essencial sua atípica coloração azulada; 2) é o que lhe confere (ou potencializa) boa parte de seus atributos farmacológicos, como potencial anti-inflamatório – através da inibição da ciclooxigenase (COX-2), efeito analgésico, atividade fotoprotetora, ação estimulante sobre os processos de regeneração dos tecidos (granulação e epitelização) e, ainda, uma poderosa atividade antioxidante, sendo capaz de inibir a peroxidação lipídica e a síntese de leucotrienos. Nos óleos genuinamente alemães, o teor de camazuleno chega a 25% e nos brasileiros, oscila entre 1 e 15% – conforme a origem da planta, idade das flores, tempo de armazenagem, etc. Já o alfa-bisabolol, por sua vez, apresenta qualidades cicatrizantes, bactericidas e, assim como o camazuleno, anti-inflamatórias – sinergia que faz deste óleo uma valiosa matéria-prima para a indústria farmacêutica e de cosméticos. A saber: o azuleno, ao contrário do camazuleno, carece de propriedades farmacológicas importantes. Não possui poder vitamínico A, cujas suas ligações duplas conjugadas fizeram supor, nem qualquer ação antileprótica justificável pelo ciclo pentagonal insaturado. Só o camazuleno apresenta atividade anti-inflamatória notável, como na proteção da pele quando exposta aos raios ultravioletas ou para suavizar a ardência causada pelos depilatórios. Além disto, ao contrário do óleo essencial de camomila alemã extraído por arraste de vapor, o óleo de Matricaria recutita obtido por CO2 não contém camazuleno. Este óleo, obtido por CO2, conforme Jane Buckle (2014) em “Clinical Aromatherapy”, é verde-escuro ou verde-amarronzado e semissólido à temperatura ambiente. Cheira a maças doces com um matiz de terra.

CamazulenoBisabolol

Aplicações

Como já exposto, o óleo essencial de camomila alemã apresenta uma diversidade de propriedades terapêuticas. Na indústria farmacêutica, bem como na aromaterapia, ele vem sendo empregado com sucesso como anti-inflamatório de uso geral (artrite, torcicolos, contusões, dores musculares, etc) – afinal, estudos comprovam que seus elementos bloqueiam com sucesso a enzima ciclooxigenase 2 (COX-2), interferindo, portanto, na produção das prostaglandinas. Como antioxidante, este óleo também é capaz de inibir a peroxidação lipídica, processo no qual espécies reativas de oxigênio acabam degradando os fosfolipideos existentes nas membranas celulares; trazendo problemas à homeostase. É por conta desta propriedade (associada ao seu mecanismo fotoprotetor), que ele vem sendo amplamente empregado na fabricação de cosméticos, como em produtos anti-idade, anti-acne, removedores de manchas e até pós barba. Ainda, em uma pesquisa realizada em 2012, o óleo de camomila azul também mostrou-se ativo contra várias espécies de bactérias gram-positivas e gram-negativas; inclusive contra Escherichia coli, vilã de vários processos infecciosos do trato urinário (ITU). Por fim, na aromaterapia, este óleo também é valorizado por influenciar positivamente o emocional, trazendo uma deliciosa ação relaxante; que elimina a tensão, a raiva e o medo. Como prova destas indicações, tem-se vários estudos, incluindo o publicado por Yamada em 1994, o qual demonstrou que a inalação do óleo essencial de camomila azul é capaz de diminuir significativamente a concentração de ACTH (Hormônio Adrenocorticotrófico) no sangue de ratos estressados pela restrição de seus movimentos. Como o ACTH é o responsável por estimular a síntese e a secreção de cortisol (conhecido por ser o “hormônio do estresse”) pelo córtex da adrenal, demonstra-se, com isto, a ação sedativa deste óleo. Ainda, neste mesmo estudo, verificou-se que este efeito (de diminuir a concentração de ACTH) foi bloqueado pelo flumazenil, um fármaco antagonista dos efeitos hipnóticos, sedativos e da inibição psicomotora provocados pelos benzodiazepínicos, sugerindo que o mecanismo de ação de um ou mais componentes presentes neste óleo é o mesmo de fármacos como diazepam, clonazepam e bromazepam – que são benzodiazepínicos clássicos e atuam nos receptores GABA.

Abaixo, uma fórmula de óleo facial calmante:

● 10 mL de óleo vegetal de semente de uva;
● 1 gota de óleo essencial de camomila azul;
● 1 gota de óleo essencial de ylang ylang.
Misturar os óleos e aplicar sobre a pele logo após o banho.
Deixar agir por 3 minutos e enxaguar.

Atenção: a camomila-alemã (Matricaria recutita) não deve ser confundida com a camomila-romana (Anthemis nobilis), uma planta que apresenta características botânicas muito semelhantes à alemã. Afinal, a romana contém apenas traços de camazuleno.

O camazuleno é um dos grandes responsáveis pelo potencial farmacológico do óleo essencial de camomila alemã, pois, de acordo com vários estudos, ele exerce atividade anti-inflamatória – através da inibição da ciclooxigenase (COX-2), ação analgésica e estimulante sobre os processos de regeneração dos tecidos (granulação e epitelização), efeito fotoprotetor, e, ainda, atividade antioxidante, sendo capaz de inibir a peroxidação lipídica e a síntese de leucotrienos.

Síndrome do Túnel do Carpo (STC)

A síndrome do túnel do carpo (STC) é uma neuropatia comum da extremidade superior que resulta da compressão do nervo mediano no túnel do carpo, que se localiza entre a mão e o antebraço. É causada, principalmente, pelo esforço repetitivo cujos sintomas são dores nas mãos e nos braços com episódios de dormência ou formigamento. Afeta com maior incidência pessoas entre 40 e 60 anos e as mulheres são as mais atingidas, entre três a cinco vezes mais do que os homens. Em 2016, os resultados de um estudo com 86 pacientes diagnosticados com STC mostraram que o óleo essencial de camomila alemã (azul), de fato, pode atuar como um adjuvante no tratamento desta doença. Publicado por Hashempur e intitulado “Efficacy of topical chamomile oil for mild and moderate carpal tunnel syndrome: A randomized double-blind placebo-controlled clinical trial”, este estudo mostra a conclusão da aplicação tópica, pelo período de um semestre, deste óleo diluído a apenas 1% em óleo vegetal de gergelim. De acordo com ele, o óleo de camomila é capaz de aliviar o desconforto (dor) e melhorar a mobilidade muscular de pacientes com STC de intensidade leve a moderada, o qual pode, a critério médico, “ser empregado como uma abordagem terapêutica complementar a outros procedimentos padrões”. A explicação farmacológica para o fato, como é de se esperar, está na riquíssima composição deste óleo, em especial, pelos constituintes α-bisabolol e camazuleno. O α-bisabolol, por si só, detém propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Também é um ótimo analgésico, o qual é capaz de conter a migração leucocitária e a quantidade de TNF-α, dois biomarcadores inflamatórios. Assim sendo, como a inflamação e o estresse oxidativo são dois fatores detectados na fisiopatologia da STC, este elemento, em sinergia com o camazuleno – outro anti-inflamatório que atua inibindo a ciclooxigenase-2 (COX-2) – pode, por óbvio, exercer algum efeito positivo no tratamento da STC, melhorando assim a qualidade de vida das pessoas acometidas por esta doença.

Campo Sutil

Tal como os seres humanos, todo óleo essencial libera um campo energético elétrico muito poderoso. Estas ondas, eletromagnéticas, são “medidas” em Hertz e a dos óleos essenciais começam em 52 MHz, para o de manjericão, e vão até 320 MHz, para o de rosa. De acordo com o Dr. Robert O. Becker, em seu livro “The Body Electric”, o estado de saúde de um indivíduo pode ser determinado de acordo com os seus níveis de frequência, cujo corpo saudável vibra no intervalo de 62 a 68 MHz. Assim, quando a frequência individual sofre uma queda, o corpo fica vulnerável (susceptível a doenças) e adoece. Exemplos: estudos mostram que a frequência de uma pessoa gripada gira em torno de 58 MHz, de alguém com cândida 55 MHz, com herpes-vírus 52 MHz e com câncer abaixo de 42 MHz. Diante disto, é óbvio que a manutenção, bem como o restabelecimento (em caso de doenças), da frequência energética do indivíduo é algo de fundamental importância e isto é possível através da aromaterapia, conforme citam vários autores. O óleo essencial de camomila alemã, de acordo com Dra. Anne-Marie Giraud (2018) em “Óleos Essenciais e Câncer”, vibra na frequência de 105 MHz o qual, quando em contato com o ser humano – até mesmo pela simples inalação, é capaz de entrar numa espécie de “sintonia” com a frequência corporal, elevando-a. Ou seja, a energia naturalmente presente neste óleo pode, por meio da interação molecular (sutil), equilibrar o estado energético do indivíduo vulnerável ou já adoecido, fortalecendo-o. Trata-se, em última análise, da natureza buscando o seu equilíbrio próprio; equalizar-se. PS: a título de comparação, sabe-se que as ervas frescas têm uma frequência de 20 a 27 MHz, as ervas secas de 12 a 22 MHz e os alimentos enlatados nenhuma frequência mensurável.

De acordo com Adriana Nunes Wolffenbuttel (2011) em “Base da Química dos Óleos Essenciais e Aromaterapia”, o “sutil” é algo delicadamente perceptível. Assim sendo, os óleos essenciais, de modo similar aos medicamentos homeopáticos e antroposóficos, atuam no nível físico (por meio de toda a dinâmica bioquímica), no nível intuitivo, não consciente (por meio do sistema límbico) e também no nível vibracional, assim como os sistemas florais (por meio da energia sutil). Ou seja, no campo sutil, os óleos essenciais são capazes de regenerar e restabelecer um organismo doente e debilitado, pois ao equilibrar as frequências deste organismo, eles servem como barreira à ação de microrganismos patogênicos: fungos, bactérias e vírus.

Comprar Óleo Essencial de Camomila Alemã

camomilavenda

Produto: Óleo Essencial de Camomila Alemã (Azul)
Marca: QUINARÍ
Registro na ANVISA: 25351.280759/2018-44

camomilabarcode
img-selos
Mostrando 2 comentários
  • Marcelo
    Responder

    O chá de Camomila também pode ser encontrado no site da QUINARÍ (http://www.quinari.com.br).

    Apresentação:

    O chá diminui as dores musculares, tensão menstrual, stress e insônia, diarréia, inflamações das vias urinárias; misturado ao chá de hortelã com mel combate gripes e resfriados; banho com sachê de camomila é sedativo e restaurador de forças, e especial para hemorróidas.

  • Jussara
    Responder

    Chá de Camomila (Matricaria Recutita)

    Uso tópico: contusões e dos processos inflamatórios da boca e gengiva;
    Não aplicar a infusão próxima aos óleos;
    Infusão: 6-9g (2-3 col sopa) em 150 ml (xíc chá);
    Aplicar de 3 a 4x ao dia, em forma de compressas, bochechos e gargarejos;
    Uso oral: cólicas intestinais. Quadros leves de ansiedade, como calmante suave;
    Podem ocorrer reações alérgicas ocasionais. Em caso de superdose, pode ocorrer o aparecimento de náuseas, excitação nervosa e insônia;
    Infusão: 3g (1 col sopa) em 150 ml (xíc chá);
    Utilizar 1 xíc chá de 3 a 4x ao dia.

Deixe um comentário

Curso de Aromaterapia

Aprenda a como utilizar toda a energia dos Óleos Essenciais ao seu favor.

img-aromaterapia
error: Conteúdo protegido!