Molusco Contagioso: Tratamento com Óleos Essenciais

extracaooetopo

Na hora de comprar óleos essenciais, exija qualidade!
Compre óleos essenciais na QUINARÍ.

Molusco Contagioso (MCV)

Molusco Contagioso (MCV)

É uma doença dermatológica caracterizada pelo surgimento de tumores claros sobre a pele, como verrugas, que podem apresentar dor e/ou irritação em alguns poucos casos.

Sintomas

Sintomas

Aparecem de 2 a 8 semanas após o contagio e as áreas mais afetadas são os braços, penas, tronco e genitais (nos adultos). A transmissão se dá pelo contato direto, inclusive sexual, e também pelo compartilhamento de objetos, como de roupas e toalhas, porém, não é considerada uma doença perigosa.
Importante: o diagnóstico do molusco contagioso deve ser feito apenas por um médico, afinal, esta doença pode ser confundida com líquen plano, HPV (Vírus do Papiloma Humano) e outras.

Tratamento de MCV com Óleos Essenciais

Tratamento de MCV com Óleos Essenciais

Têm se mostrado eficaz, indolor e relativamente rápido em pelo menos 90% dos casos. Óleo essencial mais utilizado: tea tree (melaleuca).

Escrito por Wagner Azambuja
img-curso-aromaterapia

Molusco Contagioso

O molusco contagioso (MCV) é uma doença dermatológica causada por um vírus da família Poxviridae, a mesma do vírus da varíola. Trata-se do maior e mais complexo vírus que infecta o ser humano, que se multiplica no citoplasma usando as suas próprias enzimas de replicação de ácidos nucléicos. É comum em crianças de 0 a 12 anos de idade – principalmente alérgicas – mas também acomete os adultos, sendo, às vezes, considerada uma doença sexualmente transmissível (DST). O MCV é caracterizado pelo surgimento de tumores claros sobre a pele, como verrugas, que podem apresentar dor e/ou irritação em alguns poucos casos. Seus sintomas aparecem de 2 a 8 semanas após o contagio e as áreas mais afetadas são os braços, penas, tronco e genitais (nos adultos). A transmissão se dá pelo contato direto, inclusive sexual, e também pelo compartilhamento de objetos, como de roupas e toalhas, porém, não é considerada uma doença perigosa. Quanto ao tratamento, o próprio sistema imunitário é capaz de eliminar este vírus em alguns meses, no entanto, há diversos medicamentos e técnicas que aceleram o processo de cura – como a curetagem (que consiste em arrancar as lesões e depois cauterizá-las com a aplicação de tintura de iodo), a aplicação de ácido tricloroacético e, mais recentemente, o uso de óleos essenciais.

Tratamento com Óleos Essenciais

O uso de óleos essenciais para o tratamento do molusco contagioso têm se mostrado eficaz, indolor e relativamente rápido em pelo menos 90% dos casos. Quase todos os óleos com propriedades antivirais, como os de capim-limão, eucalipto globulus, litsea cubeba, tomilho e vários outros, são eficientes no combate a este vírus, no entanto, apenas os óleos de tea tree e de murta limão foram clinicamente testados e tiveram suas propriedades comprovadas (por enquanto). O óleo essencial de tea tree, cujo componente ativo é o terpinen-4-ol, é o principal elemento do produto americano “Molluscum No More” que, em estudos, reduziu o numero de lesões do MCV por volta de 90% em 9 de 16 crianças testadas. É, ainda, o responsável pela maioria dos vários relatos de cura a base de óleos essenciais 100% naturais. Quanto ao uso, recomenda-se passá-lo puro (exceto na área genital) sobre as regiões afetadas pelo MCV 3x ao dia. Já o óleo de murta limão, cujo principal constituinte é o citral, também apresenta eficácia em torno dos 90%, porém, pode ocasionar ardência ou alergias se utilizado puro. Então, neste caso, o ideal é fazer uma diluição a 10% em algum óleo carreador ou base de creme hidratante para só então aplicá-lo 3x ao dia (exceto na área genital). Em ambos os casos, os sinais de melhora começam a aparecer logo nos primeiros dias e o tempo do tratamento poderá variar de 15 a 90 dias, conforme a gravidade da doença.

(*) é importante ressaltar que o diagnóstico do molusco contagioso deve ser feito apenas por um médico, afinal, esta doença pode ser confundida com líquen plano, HPV (Vírus do Papiloma Humano) e outras.

O mecanismo de ação do terpinen-4-ol, principal ativo do óleo essencial de tea tree (melaleuca), ainda não foi totalmente esclarecido pela comunidade científica no que se refere aos vírus. Todavia, uma pesquisa chinesa com o vírus influenza, causador da gripe, demonstrou que o terpinen-4-ol é capaz de combinar-se com a hemaglutinina (HA), uma glicoproteína que tem como principal função ligar o vírus ao receptor da célula hospedeira. Desta maneira, cria-se uma “perturbação” no processo de fusão, o que impede o vírus de atacar e entrar em novas células. É possível que o mesmo processo ocorra com o vírus do molusco contagioso.

Comprar Óleo Essencial de Tea Tree (Melaleuca)

melaleucavenda

Produto: Óleo Essencial de Tea Tree (Melaleuca)
Marca: QUINARÍ
Registro na ANVISA: 25351.183102/2017-65

melaleucabarcode
img-selos
Showing 128 comments
  • Sheila
    Responder

    Boa tarde pessoal,
    Em primeiro lugar, parabéns pelo site, muito informativo.
    Pois bem,
    Meu filho estava com molusco contagioso e, por indicação médica, usei por três semanas o óleo essencial de melaleuca nas lesões dele. Para minha surpresa, já nos primeiros dias elas diminuíram bastante, sendo eliminadas por completo ao final do tratamento.
    Mas me disseram que há outro óleo que também pode ser usado, o de Aguaribay (Schinus molle), com um teor de terpinen-4-ol de aproximadamente 7%. Isto é verdade?
    Fiquei em dúvida, pois, pelo que sei, este óleo vem sendo usado contra pragas no cultivo de tomates. Esquisito, não? Bom, se alguém souber de algo, por favor me avise.
    Sheila

    • Washington
      Responder

      Olá como você fez a aplicação?

    • Elisangela
      Responder

      Não entendo com tantas curas que este óleo traz e os dermatologistas não indicam. Fazem as crianças sofrerem, muitas vezes só pra ganhar do convênio.

      • Elisangela
        Responder

        Sofri muito observando meu filho naquele estado. Irei retornar ao dermatologista pra esfregar o óleo na cara deles. As crianças sofrem muito.

        • paula
          Responder

          verdade!!!!

          • Franciele

            meu filho de 1 ano e 10 meses tem vários na região do queixo. já tentei de tudo e não consigo um médico capaz de dizer ou fazer o procedimento que cure de vez já gastei com várias consultas particulares, ácidos dolorosos e até mesmo a remoção por nitrogênio, ele sofreu muito. Comprei o óleo vou começar aplicar hoje mesmo, espero que obtenha resultado. logo, volto para relatar se funcionou ou não.

          • CRISTIANE

            FRANCIELE VOCE CONSEGUIU A EFICACIA NO TRATAMENTO?

        • Elaine Vitorino
          Responder

          Olá, poderia informar qual óleo vc usou seu filho, minha menina tem 10 anos, e está com isto, e bem irritado no bracinho , obrigada

      • noemi pereira
        Responder

        Meu filho de 3 anos apareceu com moluscos e como já sabia dos métodos “tradicionais”para retirá-los e não concordava com nenhum deles,procurei alternativas e cheguei ao óleo essencial de melaleuca.Foi a melhor escolha q fiz,em poucos dias as bolinhas secaram,sem dor e sem traumas.Também perguntei ao dermatologista pq n receitam e ele falou q desconhecia a eficácia do tal produto,mostrei as bolinhas secas e mesmo assim ele n demonstrou interesse.Bom,não voltei mais no médico e continuo usando o óleo.

        • VANESSA
          Responder

          Olá! vc continua usando o óleo de melaleuca até hje? O molusco desapareceu de vez?

        • Cristiane Braga
          Responder

          Gostaria de saber quem usou isso se realmente funcionou e se voltou novamente preciso de ajuda por favor !

          • Barbara Simonetti

            Usamos o melaleuca,receitado pelo dermatologista e funcionou sim.Fique na Paz!

      • Lino Guedes Pires
        Responder

        Elisangela, não é simplesmente para ganhar do convênio. Nós médicos recebemos uma educação na faculdade que recebe grande influência dos grandes laboratórios multinacionais e consequentemente não nos ensinam muita coisa importante. O ensino médico é muito complexo, caro, difícil e há muitos interesses conflitantes. Digo até que há uma “lei” que diz que todo conhecimento médico que traz benefício ao médico, ao paciente e não traz benefício para uma terceira parte interessada, cai no esquecimento. Como produtores de óleos essenciais são economicamente pouco poderosos, não nos ensinam nada sobre isso.
        Por outro lado, não ficou claro no texto acima como é que se faz o uso interno do óleo e como tratar lesões em áreas genitais. Gostaria que o site nos brindasse com mais informações.

        • Lidiane
          Responder

          Meu filho de 10 anos foi tratado com tintura de tuia. As lesões eram no rosto. A aplicação dá tintura era feita a noite com pedaços pequenos de algodão nas lesões e ocusão das mesmas com bandaid. Pela manhã o rosto d via ser lavado, hidratado e protetor solar. Um mês de tratamento e todas as lesões desapareceram. Meu outro filho de 2 anos tem lesões no rosto e infelizmente teve reação alérgica a tuia. Tentarei o óleo de melaleuca. Todo o procedimento foi recomendado por uma dermatologista.

    • MARIA LUCIA DOS SANTOS
      Responder

      Boa tarde!
      Foi através deste site que consegui informações para tratar molusco contagioso na pele da minha filha. Usei por aproximadamente 01 mês, logo nas primeiras aplicações os moluscos aumentaram de tamanho e ficaram inflamados, depois secaram. Já havia usado tantoas cremes, pomadas e nada deu resultado, com o oleo de tea tree ela ficou curada.
      Maria Lúcia

    • Vanda lucia
      Responder

      Meu filho tem 2 anos e apareceu apenas 1 achei k não era nada isso já tem meses de duas semanas o cá percebi que multiplicou…Estou desesperada me ajudem pvf.

  • ruth
    Responder

    meu filho tem 3 anos está com vários caroços debaixo do braço, o dermatologista me disse que tem que fzr curetagem, eu lendo o seu comentario, achei interessante usar esse óleo essencial de mameluca, porque a curetagem deve doer mt, agradeço

    • Rafaela Santos
      Responder

      Sheila boa noite minha filha tb tem 3 anos e hoje ela fez curetage nao doi mas e invomodo. O dermato usouuma pomada anestesica mss o óleo de melaleuca e muito bom pois vha usei. Boa sorte….

  • graciele de souza da silva
    Responder

    minha filha de 3 anos esta com molusco contagioso no pescoço, o dermatologista me falou que tem que fazer curetagem eu lendo o os comentários vou usar óleos essenciais que causa menos dor, muito obrigada

  • Lisie
    Responder

    Boa Noite,
    Meu filho de 03 anos está novamente com moluscos, na primeira vez fez a curetagem mas agora nasceu o dobro.
    Não gostaria de fazer a curetagem de novo, pq irá sofrer muito, comprei o óleo melaleuca (Tea Tree) gostaria de saber como passa-lo, pois ele está com mais de 30 moluscos na região de baixo do braço, posso passar ele puro espalhando o óleo ou tenho que misturar com algum outro óleo ou hidratante??
    Ficou na espera de resposta.

    Obrigada.

    • Natasha Kupfer
      Responder

      Oi,
      Meu filho tem 18meses e está infestado de mulusco, resolveu no seu caso?
      Obrigada

    • paula
      Responder

      passar puro 3 x ao dia

  • Rosane Pereira
    Responder

    Onde que eu encontro esse óleo de melaleuca ?
    Tenho vários molusculos , esse óleo é interessante .
    Aguardo resposta , obrigada !

    • ivanete
      Responder

      minha filha tem 4 anos e está com uns 50 molusgos no meio das pernas não sei mais o que faço.
      onde encontro esse óleo?

      • Suzy Donat
        Responder

        Ivanete, aqui em Curitiba eu encontrei em farmácias de manipulação. Com certeza na sua cidade vc deve encontrar também nessas farmácias. Eu passava 2 x ao dia, somente em cima das lesões e passei puro. não esfreguei na pele, pois acho que causa uma reação. peguei um cotonete molhei no óleo e tocava em cima de cada uma delas. em uma semana sumiram 50%! é quase como se queimassem elas. fica uma casquinha e depois some. Boa sorte!

        • sandra camejo
          Responder

          Oi ,por gentileza comprei dois tipos de óleo de melaleuca um mais oleoso outro parecia conter alcool pq era mais forte o cheiro, os dois são incolores , então fiquei na dúvida embora tenha usado os dois não notei muita diferença depois de 5 dias , podes me ajudar a tirar essa dúvida obrigada Sandra

  • ivanete
    Responder

    eu lendo o comentario das pessoas eu vi que algumas pessoas colaram esparadrapo.vou tentar

    • Elisangela
      Responder

      Meu filho começou a ter moluscos com apenas 2 anos e de princípios não recomendação nada. Daí então aumentando cada vez mais. Retornei à clínica e veio a burocracia do convênio para curetagem. Por uma parte agradeço não ter que passar pela curetagem, mas a dermatologista que solicitou a cirurgia pediu pra passar álcool com iodo. Resultado queimou a pele do bb. Já não confiando nessa cirurgia procurei ajuda na internet que indicou este óleo. Resultado fantástico em uma semana e espero que finalize tudo bem.

  • Suzy Donat
    Responder

    Olá, minha filha está com molusco contagioso e já fiz algumas curetagens, porem o nr aumentou e ela é alérgica ao anestésico usado na curetagem. Diante de tanto sofrimento, estou procurando um tratamento alternativo. Como devo passar o óleo? ela está tomada nas pernas (entre as coxas) e é onde tem mais fricção inflamando essas lesões mais ainda.
    Aguardo sua ajuda para eu comprar esse óleo. Grata

  • Vera Cristina Macedo
    Responder

    Olá, usamos esse óleo no meu sobrinho de 5 anos que ficou totalmente curado.
    A princípio ficamos um pouco desanimados, pois soubemos que em 1 mês as bolinhas sumiriam. Bem, não desistimos e continuamos o tratamento por 2 meses e finalmente o nosso menino ficou bem.
    O tratamento aconselhado pelo médico seria extremamente doloroso, mas o óleo de melaleuca não causa sofrimento. Aconselho.

  • Suzy Donat
    Responder

    Olá, Minha filha de 4 anos teve Molusco Contagioso e gostaria de relatar aqui minha experiência. Isso foi em janeiro de 2014. Estamos em junho e agora é que estou vendo elas desaparecerem!
    Ao buscar ajuda com o Dermatologista no momento em que descobri as bolinhas dágua, o médico recomendou a extração das mesmas em consultório. Me passou uma receita com o anestésico que ela deveria utilizar antes da curetagem e eu o fiz. Minha filha chorou muito ao passar o anestésico e eu achei que era manha, mas descobri que ela teve uma reação alérgica ao medicamento. Mesmo assim, fiz duas sessões de tortura com ela e os moluscos só aumentaram. Foi aí que desisti e procurei um tratamento alternativo. Li muito e pesquisei em vários lugares. Iniciei um tratamento com homeopatia, que não vi muito resultado, então li sobre o óleo de Melaleuca!!! Santo remédio! Já na 1a semana diminuíram 50%! Ainda estou tratando e não vejo a hora de poder postar aqui uma foto do antes e depois do tratamento. Gostaria de poder ajudar muitas pessoas a não maltratarem seus filhos com a curetagem e sim com este óleo Maravilhoso! Boa sorte a todos

    • Julia
      Responder

      FANTÁSTICO Suzy, muito obrigada por seu relato! Me trouxe muita segurança! Minha filhinha está sofrendo bastante e vou adquirir o óleo pela internet, com o pessoal da QUINARÍ. Voltarei para contar os resultados…Grata!

    • teresinha
      Responder

      ola onde vc comprou?

    • Danielle
      Responder

      Oi, Susy. Minha filha também está na mesma situação que a sua. Ela melhorou com o óleo? Você pode postar a foto do antes e depois? Estou um ouço insegura em comprar…

    • Silvia
      Responder

      Suzy meu filho também está com este virus, queria muito saber como esta sua filha?se curou com o óleo?Meu filho tem muito de baixo do braço.
      já não sei mais o que faço!!!

      Obrigada
      Silvia

    • Dayane
      Responder

      Suzy gostaria muito que me ajudasse moro Curitiba , minha filha esta mesmo problema por favor!

    • Thiago Alves
      Responder

      Olá bom dia, meu filho tem 1 aninho e tbm está com este molusco, poderia me dizer como vc passou o óleo.
      Obrigado e saúde a família.

      • Leticia
        Responder

        Use o óleo de 2 a 3x ao dia.. como é bem novinho, use a cada banho!
        Quado minha filha teve, persistiu por quase 1 ano..foi horrível, porém os médicos só receitavam pomadas, que faziam espelhar ainda mais as bolhinhas..até eu começar o uso do óleo, em menos de 1 mês secaram todas. Depois receitaram Iodo, que queimou a pele dela toda!..
        Compre o òleo de Melaleuca! (Tea Tree)..Use logo, isso coça e incomoda bastante!
        Eu comprei em farmácia manipulada e não era a mesma coisa.
        Até hj, 2 anos depois, eu não fico mais sem ter esse óleo em casa. Qualquer machucadinho na unha, queimadura na pele, dor de garganta..ele é maravilhoso!!!

  • Maria das Dores Silva Braga
    Responder

    Quero deixa registrado que minha neta tinha molusco contagio vim aqui e li todos os comentário e comprei o OLEO ESSENCIAL MELALEUCA..E gente em 15 dias minha neta estava totalmente curada com todas as feridas secas..Podem confiar estou aqui dando meu depoimentos para outras mães!!! ESSE OLEO É MARAVILHOSO!!!

  • Veronica
    Responder

    Comprei o óleo essencial TEA TREE(malaleuca alternifolia) comecei hoje o tratamento hoje, usa puro com cotonete , o cheiro é forte, depois coloque esparadrapo microporoso daquele fininho ou curativos! espero que dê certo. BOA SORTE A TODAS!

    • Elisangela
      Responder

      Coloquei esparadrapo, mas nem precisava. Repuxava todos os pelos do bb era um sofrimento. Desisti e coloquei o óleo direto e teve resultado esplêndido.

  • Franciane Alcantara
    Responder

    Olâ! Meu filho está com molusco contagioso, comecei o tratamento com o verrux (receita da dermato) porém, é muito doloroso pois queima a pele.
    Então li sobre o oleo de melaleuca e o aderi, e comecei hoje o tratamento no meu filho. Só que a minha dúvida é: começou a nascer molusco ao redor dos olhos dele e em pertes da sobrancelha e na face. Posso passar o oleo nessa região. Pq passei um pouco em volta só que ele reclamou que estava ardendo e logo lavei e retirei o oleo. Entao como posso tratar essa parte do rosto com o oleo melaleuca?

    • Amanda
      Responder

      Olá, minha filha de 4 anos está com o mesmo problema dos moluscos na região dos olhos, vc conseguiu resolver? Estou passando um ácido indicado pela dermato no em torno da boca, mas no olho a oftalmo disse que deverá ser extraído com cirurgia, inclusive com anestesia geral por ser delicada a região e perigoso ferir a córnea. Vc usou o óleo nos olhinhos do seu?

      • Ana
        Responder

        Olá Amanda, como tratou a área dos olhos? Obrigada!

    • VANUSA
      Responder

      Oi Francine meu filho também faz o uso do verrux há 3 meses mais ainda tem moluscos não sei mais o que fazer

    • Ana
      Responder

      Olá Franciane, como tratou a área dos olhos? Minha filha está com 2 bolinhas. Obrigada,

  • Raquel
    Responder

    Comecei o tratamento do meu pequeno hoje….ja usei esse oleo para curar uma micose..ele tem duas grandes e varios pontinhos.. 🙁 vamos ver se o oleo resolve…

  • EDILENE FERREIRA
    Responder

    MINHA FILHA ESTAVA COM O MOLUSCO CONTAGIOSO NA REGIAO DO PESCOÇO PASSEI POR DOIS ESPECIALISTAS E PASSARAM MEDICAÇAO DIFERENTE
    E NEM UM DELES FIZERAM EFEITO PELO CONTRARIO O ULTIMO DEIXOU A PELE DA MINHA FILHE EM CARNE VIVA EM TAO DECIDE PESQUISAR NA INTERNET
    POR TRATAMENTOS NATURAIS
    E ENCONTREI UMA RECEITA DE OLEO DE AMENDOAS COM CAPIM SANTO,EUCALIPTO E CRAVO DA INDIA TODOS TRITURADOS NO LIQUIDIFICADOR MISTURADO AO OLEO DE AMENDOAS ,HÁ ADCIONEI UM POUCO DE ENXOFRE POIS O ENXOFRE EVITA QUE QUANDO A CRIANÇA COÇAR A FERIDA DO MOLUSCO O SANGUE OU QUALQUER RESIDUO DO FERIMENTO AO ENTRAR ENCONTATO COM A PELE NAO CONTAMINADA SE PROLIFERE …SE VOLTANDO AO ASSUNTO DEPOIS DE TUDO MISTURADO DEIXAR DESCAÇÇAR POR UMA SEMANA EM TAO E SO APLICAR SEMPRE QUE BANHAR QUANTAS VEZES FOR NESCESSARIO COM AGRAÇA DE DEUS E DESSA MISTURA MINHA FILHA TA CURADA SEM NEM UM VESTIGIO NEM CICATRIZ E MUITO BOM MESMO HÁ DEMORA UM POUCO MAS SERVE E SO TER PASCIENCIA E DETERMINAÇAO DEMOROU TRES MESES MAS FOI MELHOR DOQUE FAZER RASPAGEM QUE ERA MUITO DOLOROSO PARA UMA CRIANÇA DE TRES ANOS EXPERIMENTEM QUE IRAO GOSTAR… EDILENE
    DE FORTALEZA CEARA

  • josiane
    Responder

    minha filha de 2 anos ta com molusco contagioso, o Medico disse p me espreme -los, achei um absurdo. Ai pesquisando na interent achei esse site, e gracas a esse site vou começar o tratamento dá minha filha. obg

    • Lisandra
      Responder

      Espremê-los?
      Meus Deus, onde este médico cursou medicina? Que absurdo!
      Sim, o óleo essencial de melaleuca é um santo remédio; tenho certeza que irá ajudá-la com sua filha.
      Melhoras.

      • Wagner Azambuja
        Responder

        É triste ver este nível de conhecimento na área da saúde, especialmente partindo de um médico. 🙁

  • JAQUELINE
    Responder

    minha filha tem 4 anos e esta com molusco contagioso entra as pernas, levei na dermatologista para fazer curetagem ela chorou muito sai muito sangue
    ela não pode nem escutar o nome da médica, na 1° seção retiramos umas 40 lesões e temos outra sessão marcada mas vou desmarcar enfim agora faz dois dias que estou passando um acido nas lesões koh 5% e pesquisando também vi comentários sobre a medicação ANNITA que vou começar administrar hoje
    espero que eu tenha sucesso pois a curetagem é muito dolorida e sem anestesia, e para a médica esse é o único método.

  • Rose Dias
    Responder

    Obrigada gente pelos comentário, adorei saber, pois minha filha está com molusco contagioso, levei ela hoje na dermatologista, minha filha só tem 5 anos e está com muito medo porque a médica disse que o único jeito de cura – la, era por meio de curetagem ou eletro cauterização, mas vendo todos esses comentários vou tentar esse óleo de melaleuca, obrigada!!!

  • Nina
    Responder

    Olá! Gostaria de saber se o óleo de melaleuca pode ser manipulado?

    • Lisandra
      Responder

      Como assim manipulado Nina?
      O ideal é comprá-lo puro; e aplicá-lo puro nas lesões, com exceção de bebês, áreas genitais e pessoas de peles sensíveis.
      Olha, trabalho há 15 anos em OEs e nunca vi nenhuma reação, seja qual for, pela aplicação deste óleo.
      Mas claro, você pode adicioná-lo, por exemplo, a alguma base para creme ou coisa assim para fazer uma “associação” de benefícios.
      Melhoras.

  • Nilzete Alves
    Responder

    ola mamaes,estou passando pelo mesmo problema que todas vcs.minha filha começou com o molusco no ombro,ate entao nada apavorador.a pediatra receitou pomada de tuia.nao achando onde moro encontrei a tintura de tuia,gostei do resultado,mas por ser tintura queima.agora ela esta na barriga mais esta muito estou com pena de passar a tintura pois estao bem abertas.comecei a usar a pomada e nao estou vendo melhora,pelo contrario se alastrou mais.vou exprimentar esse oleo de malaleuca.

  • iris maciel
    Responder

    Boa noite a todos, hoje fui ao dermatologista para saber que bolinhas eram aquelas na barriga do meu filho de 5 anos, e a dermato disse que era molusco e passou receita de um ácido e um remédio para aumentar a imunidade para ser tomado por 3 meses cada um 86.00 reais. Chegando em casa fui pesquisar na net sobre está doença, pq não a conhecia, vi alguns depoimentos e alguns falando sobre o ácido, que queimava a pele da criança ficava chorando então fiquei com receio de comprar o ácido, então vi aqui e em outros sites sobre esse óleo de melaleuca e resolvi comprar já estou com ele em mãos custou 23.90, comprei em uma farmácia de produtos naturais aqui no Rio de Janeiro. Vou começar o tratamento hoje mesmo, espero que meu bebê fique bom logo. Mães não façam a curetagem em seus filhos é puro sofrimento antes tente esse óleo melaleuca…

  • JANAINA MOREIRA
    Responder

    MEU FILHO DE 4 ANOS ESTA COM ESSES MESMO SINTOMAS JA NAO SEI MAS OQ FAZER POIS ELE FICA CUTUCANDO E CHEGA A INFLMAR COMO FAÇO PRA COMPRAR ESSE MEDICAMENTO DE OLEO DE ESSENCIA POR FAVOR ME AVISEM..

  • mara
    Responder

    olha gente minha filha tem 2 anos e ta com molusco na barriga na vagina ja levei na medica i ela me passou uma pomada passei mais n sumiu ai ela disse que tem que fazer curetagem mais e muito doloroso ai lendo esse saite comprei o óleo de melaleuca vou começar a usar hoje.

  • Rodrigo
    Responder

    Esse oleo Pode ser usado na região genital

    • Lisandra
      Responder

      Pode sim Rodrigo, mas, neste caso, é aconselhado uma diluição de 5% em óleo vegetal, como de semente de uva.
      Ou seja, 5 mL de OE de melaleuca em 95 mL de veículo.
      Melhoras.

  • Simone
    Responder

    Bom, Minha filha quando tinha 2 anos tambem adquiriu esse virus na piscina do condominio. O dermatologista passou uma pomada com acido mas piorou e surgiram feridas, quase q em carne viva. Fui pesquisar e descobri q o oleo da melaleuca q eu ja tinha em casa funcionaria. em menos de um mes saiu td. Ha 4 dias surgiram em mim no braço, algumas bolhinhas como a dela e resolvi pesquisar p saber se havia alguma alternativa extra alem do oelo. Decobri o vinagre de maçã mas parece q p mim piorou a area q estava inflamada mas nas bolhinhas novas secou no mesmo dia. Alem do oleo na area inflamada estou passando neosporin e nao mais o vinagre e esta sendo muito eficaz. Nao vejo a hora disso sair dos meus braços de uma vez! Tenho uma baby de 6 meses e tem sido bem dificil fazer de tudo p q ela nao pegue… Estou orando p q ninguem mais pegue isso! Ë agoniante!

  • suzete
    Responder

    meu filho está com molusco contagioso atrás do joelho. Passei no dermatologista que receitou tuya gotas para tomar 2x dia e tintura de tuya, não dói mas também não melhorou. Voltei no dermato e ele encaminhou meu filho para o cirurgião pediátrico para fazer a curetagem. Mas não quero fazer então li sobre este óleo de melaleuca e vou começar a usar, estou com esperanças.

    • Lisandra
      Responder

      Ola Suzete, tudo bem? Como está seu filho?
      Parece que estes médicos não entendem é nada de óleos essenciais.
      Veja: o óleo essencial de tuia contém tujona, que, de acordo com a concentração e o estado imunológico da pessoa, pode causar uma intoxicação. Neste mesmo site, na parte de isolados naturais, você pode ler mais sobre tujona.
      Depois, o óleo essencial de melaleuca é, sem dúvida, o mais indicado; por conta do terpinen-4-ol; um poderoso antiséptico presente na sua composição. E nada a ver com tomar, ingestão. Este óleo pode ser passado puro sobre a pele, ou, no máximo, diluído em algum óleo vegetal, como de semente de uva em caso de bebês ou pessoas com peles sensíveis. Já trabalho há 15 anos com óleos essenciais e nunca vi nenhuma reação alérgica por aplicação tópica deste óleo. Ele é maravilhoso, pode acreditar.
      Melhoras.

      • Roseane Correia
        Responder

        Meu filho também foi diagnosticado com molusco contagioso. As bolhinhas começaram agora. Tem em torno de 10 espalhadas nos braços e por trás dos joelhos. A médica também indicou os procedimentos descritos acima – a retirada em casa com agulha, levá-lo ao cirurgião ou colocar o ácido hidróxido de potássio. As três alternativas me deixaram muito apreensiva porque meu filho tem um trauma de “furadas” porque já ficou internado e entra em desespero quando chega algum médico perto dele. Bem, lendo as postagens, estou muito esperançosa que esse óleo seja a solução menos traumática. Ele é comprado em farmácia de manipulação ou em lojas de produtos naturais? É preciso colocar esparadrapo após as aplicações? Ele também tem ardor?

        • Wagner Azambuja
          Responder

          Prezada Roseane, bom dia!
          Este óleo pode ser adquirido tanto em casa de produtos naturais quanto em farmácias de manipulação.
          Todavia, indico o óleo da QUINARÍ, o qual a Sra. pode comprar clicando no link da loja virtual ao final do artigo. Ok?
          Não, não necessita a utilização de esparadrapo. Quanto ao ardor, isto dependerá se existe, no seu filhinho, alguma lesão (por menor que seja) aberta. Caso positivo, ele poderá sim sentir um pouquinho. Do contrário, a aplicação é indolor. Melhoras!

          • Elisangela

            Olá Wagner!
            E por quanto tempo deve ser feito o tratamento com o óleo de melaleuca?

          • Leticia

            Elizangela, o òleo de Melaleuca, se passado 2 a 3x ao dia, a cura leva em torno de 15 a 30 dias, depende da quantidade q já está e de sua dedicação!
            Peça sempre a criança p não coçar para evitar de espalhar mais!

        • evelyne
          Responder

          Meu irmão de 5 anos contraiu molusco minha mãe levou ele no dermato, e ele indicou que era para apertar as bolinhas, assim ela fez só que ele sofreu muito,depois ela começou a usar vinagre de maçã mas não viu resultado.

      • Lorena
        Responder

        Ola Lizandra boa noite. Minha filha está com moluscos. Levei-a na dermatologista e ela indicou a curetagem. Estou com medo de fazer pois dizem q dói muito. Lendo aqui o ralato de vcs fiquei com vontade de experimentar o óleo de melaleuca. Olhando na internet existem vários. Vc poderia mandar uma foto do qual seria o ideal para eu comprar e começar o tratamento. Agradeço a atenção. Beijo e boa noite

  • Carla Pereira
    Responder

    Boa tarde,
    a minha filha também tem molusco, tem uma grandes atrás do joelho e nem calças consegue vestir pois diz que lhe dói…depois de um série de pomadas receitadas por médicos, andei a investigar na net formas laternativas de tratar, e ouvi falar do vinagre de maçã, o qual estou a usar á 3 dias e as “bolinhas” estão a secar a ficar escura e já não se queixa de dor ou desconforto..com a minha filha está a funcionar encomendei também oleo essencial da arvore do chá para tratar as mais pequenas..estou confiante que ãi passar sem ter de a fazer sofrer.

  • Scheila
    Responder

    Tá,todo mundo fala que o óleo de melaleuca é ótimo….porém,ninguém diz como é usado….
    Puro?misturado?e então quem vai responder?

    • Julia Almeida
      Responder

      Olá Sheila, tudo bem? Sim, claro que alguém vai responder, afinal este é o propósito deste site; a troca de informação em óleos essenciais. Sim, o óleo de melaleuca é um dos poucos que podem ser aplicados diretamente sobre a pele; puro. O mesmo vale para o óleo de lavanda, por exemplo. No caso do molusco, inicialmente, você pode aplicar 1x ao dia, logo após o banho para ver como a pele reagirá. Se for criança, pode manter esta posologia. Se adulto, e, se a pele reagir bem, pode até aumentar para 2x ao dia. É um santo remédio, pode ter certeza. 😀

    • Leticia
      Responder

      Scheila, não sei se já conseguiu resolver!
      É usado puro! ..de 2 a 3x ao dia!.. se a criança tomar banho, passe de novo!
      Sempre tenho ele em casa!!

  • Wagner
    Responder

    Gostaria de agradecer a todos aqui. Meu filho está com esse tal de molusco e já ia partir para curetagem. Ainda bem que resolvi pesquisar antes.
    Já comprei o óleo essencial de melaleuca e comecei ontem a passar. Daqui alguns dias volto para dar o meu relato se funcionou!

  • Bernadete
    Responder

    Por favor, queria saber se este oleo de meleleuca tambem cura liquid plano? estou com uma lesao na parte interna da coxa e hj o dermatologista me deu este diagnostico. me receitou predisim e uma pomada a base de corticoide. Ja estou passando por conta o Oleo mas queria saber se cura esta doença? Obrigada!

  • ZULMA DE OLIVEIRA
    Responder

    Minha filha de 4 anos também está com MC, levei-a em 3 dermatos e todos me falaram pra espremer, confesso que tentei, mas ela chorou muito…agora vendo todos esses comentários, não vejo a hora de adquirir esse santo remédio. Agradeço por postarem essas mensagem, pois me ajudaram muito. Abraços…

    • Julia
      Responder

      Olá Zulma, tudo bem? Estou achando estranho esta orientação dos médicos para espremer as lesões. Pior ainda é “espremer” por conta, sem informações de antissepsia, nem nada. Isto não pode (ou não poderia) acontecer. 🙁 Sim, sobre o óleo, pode ficar tranquila que o procedimento é seguro, praticamente indolor e dá resultados. Abraços.

  • Ronaldo Franco
    Responder

    Boa noite, graças a Deus encontrei este site, já esta desesperado pois minha filha de 2 anos e 6 meses esta com com o Molusco Contagioso, fui em dois pediatras e os dois me disseram que era alguma glândula sebácea e que sairia logo, me passaram Quadriderm, não vi resultado algum, muito pelo contrário, piorou, marquei uma dermatologista infantil para sexta feira próxima (06/11/2015) e já tenho certeza que ela vai me receitar a curetagem, vou comprar este óleo passar nela, agradeço pelo criador (a) deste site pois vai evitar que nossos filhos passem por dores desnecessárias, assim que passar o óleo venho postar o dia a dia e os resultados!!!!!!

    • Julia
      Responder

      Olá Ronaldo! Quadriderm é uma excelente pomada, super completa, que contém um antibiótico (gentamicina), um corticóide (betametasona) – portanto para frear os processos inflamatórios, e, por fim, antifúngicos (como o tolnaftato). É indicada, sim, para uma série de problemas dermatológicos e demonstra ótimos resultados. Porém, sua bula não faz qualquer menção ao molusco contagioso – e isto é óbvio, afinal, o MCV é causado por um vírus, não por fungo ou bactéria, tal como a indicação da Quadriderm. Logo, caso tua filha esteja com MCV, os médicos erraram no diagnóstico dela. Sim, pode usar o óleo de melaleuca tranquilamente; que é um antisséptico geral; sendo antifúngico, bactericida e antiviral. Boa sorte e melhoras para a baixinha! 😀

      • João Paulo
        Responder

        Olá Julia. Tudo bem? Sou farmacêutico e gostei do seu comentário. Você tem razão, os médicos erraram no diagnóstico da criança. Olha, já trabalhei anos em balcão de farmácia e o que muitas vezes ocorre, infelizmente, é que alguns médicos mal se preocupam em fazer exames mais específicos. Ao notarem, de repente, um processo inflamatório, alérgico, etc, preferem logo receitar uma pomada de associação – cuja probabilidade de acerto é grande, do que ver, de fato, o que a pessoa tem. Além da Quadriderm, há outras, como a Betacortazol. A Betacortazol é uma excelente pomada, a qual age contra bactérias, por conta da neomicina, fungos, por conta do cetoconazol e detém os processos inflamatórios devido a betametasona. Mas não age contra os vírus; que é o causador do MCV. O MCV, aliás, é causado por um parente do vírus da varíola. Então, é óbvio que estas pomadas não tem efeito sobre esta manifestação; as quais são costumeiramente tratadas com curetagem (quando corretamente diagnosticadas). Logo, o óleo de melaleuca é uma excelente alternativa, pois trata-se de um antisséptico geral, com eficácia comprovada contra diversos tipos de vírus. Só gostaria de saber, no entanto, qual é o mecanismo de ação do óleo neste caso. Alguém conhece?
        Para saber mais: a neomicina faz com que ocorra um erro na leitura do código genético da bactéria, interferindo na síntese de suas proteínas. É mais eficaz contra as gram-negativas. Já o cetoconazol inibe a biossíntese do ergosterol ou outros esterois, danificando as membranas celulares do fungo, alterando também sua permeabilidade, tendo como resultado a perda de seus elementos intracelulares. Por fim, a betametasona é um corticoide, que, em resumo, é capaz de deter a cascata do processo inflamatório logo no início, sendo assim um ótimo anti-inflamatório. Mas deve-se atentar para seus efeitos colaterais. Ok? Espero ter ajudado!

    • Julia
      Responder

      Ah, sim, já ia esquecendo: volte para compartilhar os resultados mediante a aplicação do óleo. Este feedback é muito importante para os novos visitantes.

  • Samantha
    Responder

    Estou usando o óleo de melaleuca há 2 meses. No primeiro mês usei a forma inodora (sem cheiro) do produto, não obtive nenhum resultado. Após uma leitura na internet descobri que essa forma não mantém todos os componentes da melaleuca ativos, não tendo o resultado esperado. Portanto mudei para o óleo de melaleuca normal, que por sinal tem um cheiro bem forte e característico. Estou aplicando diretamente nas lesões 2x por dia. Meu filho sente um ardor com o novo óleo e seu pescoço fica bastante vermelho quando aplico. Confesso que ainda não vi nenhum resultado visível ainda. Por outro lado percebi que as lesões não estão mais proliferando. Vou continuar a colocar por mais um mês, depois vou partir para curetagem mesmo, pois realmente não estou sabendo mais o que fazer.

    • Juliana
      Responder

      Samantha, eu uso o óleo de melaleuca há mais de 4 anos e amo ele de paixão. Já curei muita coisa com ele e é um item essencial aqui em casa. Na última compra que fiz (costumo comprar sempre na mesma farmácia de manipulação) eu percebi que ele não estava mais funcionando como costumava e me dei conta que estava sem cheiro. Liguei para questionar a farmácia e a moça me informou que eles tinham comprado um lote desse novo óleo sem cheiro e falou para eu ir lá conversar e levar o vidrinho. Eu desconfiei que o processo para remover o odor deve inativar componentes ativos da melaleuca, mas pesquisando na internet eu não consegui encontrar nada. Gostaria de saber onde você encontrou essas fontes porque quero levar para a farmacêutica responsável e ver se convenço eles a voltar a comprar o que tem cheiro. Eu até gostava daquele cheiro forte, rsrs.

  • Ariane
    Responder

    Oi estou pesquisando TB, pois minha filha tem 6anos e um braço está cheio tem mais de tri ta lesões, em um mês piorou, levei na pediatra e mandou marcar dermatologista. Pelo convênio só daqui um mês. Levei ao os hj e encaminhou para o dermatologista e a afastou da escola. Vou comprar o óleo pela manhã e volto p dizer o resultado. Lembrando q minha filha tem dermatite atópica, e Li que por ter a pele mais sensível é mais fácil de contrair o vírus.

    • Ariane
      Responder

      Oi comprei usei duas vezes hj e já mudou os aspecto das lesões, até minha filha notou uma leve melhora, estou feliz de mais aliviada.

      • ELCIO
        Responder

        Vou deixar uma dica, pois, passei por isso com minha filha, pesquisei na net e acabei optando pelo seguinte tratamento: medicamento ANNITA durante 14 dias, e também tapei as lesões com esparadrapo impermeável no mesmo período de 14 dias isso diminuiu uns 50% das lesões e não me deixou satisfeito. Voltei a pesquisar na net e li sobre o uso de vinagre de maça esse foi fatal contra o maldito molusco. Molha uma bolinha de algodão no vinagre de maça coloca o algodão sobre o molusco e cola um band aid ou micropore, usa durante a noite com 2 aplicações o bichinho começa secar. Espero ter ajudado!

    • Livy
      Responder

      Minha filha tb tem a dermatite atopica e está com uns 40 moluscos, nos braços e pernas
      Iniciei ontem o uso o óleo, espero que dê resultado, pois já tiramos algumas no consultório, e por mais que seja com pomada anestésica, ela grita e chora muito…

  • paula
    Responder

    usei na minha filha puro, passando 3 x ao dia e em 7 dias as lesões já estão secando!@!!!

  • Renata.
    Responder

    Meu filho tem 2 anos e apareceu molusco aredor dos olhos dele.. Será que posso passa esse óleo?????

  • Cris
    Responder

    Estou usando o tea tree há um mês e não obtive melhora nenhuma. Alguma outra alternativa.? Já fiz curetagem, usamos vários ácidos e eles não param de nascer. O pescoço da minha filha está com uns 20 moluscos .

    • SILVIA
      Responder

      DÊ BANHO DE CHÁ DA FOLHA E CASCA DA ARUEIRA, REMEDIO DE VERME ANNITA, E DEPOIS QUE TERMINAR COM O REMEDIO , COMPRA NA FLORA ELIXIR DE INHAME, QUE É UM DEPUSRATIVO DO SANGUE , AJUDA A AUMENTAR A IMUNIDADE. MEU FILHO FICOU CURADO DESSE MOLUSCOS .

    • Luiza Maria
      Responder

      Como vc esta usando Cris? No meu filho resolveu em 20 dias

  • Pâmela
    Responder

    Por favor, preciso muito de ajuda, já procurei em diversos lugares e não encontro informações. No caso de molusco na vagina, pode aplicar o óleo de tea tree (ou qualquer outro) diretamente ou misturar com água e fazer banho de assento? Pois a curetagem não está resolvendo…

    • Cris
      Responder

      Olá, bom dia!

      Meu filho tem 3 aninhos e está com MCV há mais de 6 meses, ele fez várias tratamentos com algumas pomadas e nada de resultado.
      Levei em outra dermatologista que receitou um ácido manipulado, mas o tratamento é muito doloroso. No início deu resultado, porém por durante dois meses alguns sumiram e outros se multiplicaram. E desisti do ácido, e resolvi pesquisar na net, quando encontrei esse blog, e li os depoimentos.
      Ele ontem começou o tratamento com Anitta, e darei o retorno sobre o resultado deste tratamento.

    • Luiza Maria
      Responder

      Pamela, dei meu depoimento logo abaixo! funciona mesmo…

  • PAULA
    Responder

    Oi gente, estou desesperada com a minha filha nessa situação. Faz 5 meses que vivo esse pesadelo de fazer desaparecer esses MC. Ela já fez tratamento com ácido retinoico, tomou Anitta, e estou usando o óleo de Melaleuca mas até o momento não vi melhora. À área ficou vermelha, ela reclama que arde e começou a coçar muito. Ela só tem 5 anos. Estou pensando seriamente em partir para a curetagem, mas meu coração não aceita. Me ajudem, por favor.

  • Mayla
    Responder

    Boa noite! Surgiram algumas bolinhas, fui ao dermatologista e ele constatou que se tratava de Moluco Contagioso, ele queimou as bolinhas mas uns três meses depois surgiram novamente, pesquisei e li a respeito desse oléo, mandei manipular o oléo de Melaleuca 100% puro, em um mês já se podia ver a diferença, em dois meses já tinham desaparecido. Ainda estou usando pois as vezes encontro uma ou outra, espero que desapareçam por completo.
    Indico o oléo de Melaleuca para quem está com Molusco Contagioso, e não desanimem pode ser que no primeiro mês não aparente difença, mas se persistirem logo verão a difença. Agradeço ao site que me ajudou muito e aos comentários, pois foi por causa deles que resolvi testar o oléo.

  • Jackelline
    Responder

    Olá, meu filho de 3 anos e meio está com Molusco contagioso, inicialmente comecei a tratar com homeopatia tuya, mas depois que li esta matéria e os comentários adquiri o óleo melaleuca e comecei a aplicar há uma semana com cotonete em cima das lesões 2 x ao dia. Estou na expectativa de que esse óleo irá curá-lo mas ainda observo que apareceram novas pequenas lesões próximas. A única observação é que tem um cheiro muito forte que impregna as narinas.
    Vou aguardar mais 20 dias para relatar essa experiência. Boa sorte a todos

  • Luiza Maria
    Responder

    óleo de melaleuca foi ótimo!! Vale a pena ler!!

    Boa tarde, tenho um filho de 03 anos…há 3 meses atras começou a surgir o bendito ” molusco contagioso” nos primeiros dias achei que era uma simples alergia, mais quando notei que não sarava com qualquer creme ou pomada, resolvi então procurar um médico. Bom desde então passei por 3 pediatras…o primeiro me orientou cauterizar (não fiz). o segundo me passou sabonete para esfregar local com uma buchinha, por aproximadamente 2 meses( fiz apenas 5 dias) pois começou a espalhar, o terceiro me orientou a furar com agulha e espremer até sair sangue! Foi ai que resolvi procurar um método que não judiasse do meu filho, entrei nessa mesma página e li diversos comentários a favor do óleo! Gente é incrível o resultado, realmente curou…eu passava nele com algodão espalhava mesmo em toda região, por 2x ao dia! 20 dias ele não tem mais nada!

    Se alguém se interessa, eu tenho fotos de antes e como esta agora. meu e-mail é lucorrea_2@hotmail.com
    Me mandem por e-mail solicitando que eu envio!

    • Luiza Maria
      Responder

      Gente, mais tem que ser o óleo de melaleuca pura! o cheiro realmente e forte. Mais vale a pena!!

    • Maria Cristina Blazina
      Responder

      Oi Luiza.
      Por favor me mande as fotos do antes e depois.
      michelleblazina@hotmail.com

  • Jackelline
    Responder

    Pessoal, boa noite!
    Hoje faz um mês que iniciei o tratamento com o óleo 2 x ao dia mas até agora não obtive resultado. Por qual motivo será que para algumas pessoas o efeito é mais rápido do que para outras?

    • Shirley
      Responder

      Acho que uma coisa que pode ser observada, talvez, é a região em que há a manifestação do virus. Ninguem fala sobre isso, mas talvez tenha relevância por uma questão de sensibilidade da região, por exemplo. Uma coisa que eu acredito que seja importante pra ter uma melhora mais rápida é um olhar sobre a sua imunidade. O organismo da pessoa ajuda muito tbm nesses processos, mesmo com o uso do medicamento. na verdade, como diz nas pesquisas, o próprio corpo pode produzir anticorpos pra combater esse virus e uma boa alimentação (algo que indico bom pra imunidade, por exemplo, é suco verde) e uso do medicamento pode fazer vir resultados satisfatórios.

  • Leticia Gonzalez
    Responder

    Olá pessoal. Assim como muitos aqui, eu trato as vesículas do Molusco Contagioso em meu filho desde que ele tem 6 meses. Cada vez tem mais! Pediatra e dermatologista indicaram a solução cáustica pra queimar. Resumindo: choro, ardência, incomodo e nada dos moluscos secarem. Pelo contrário. Cada dia aumentava mais. Foi por este espaço que eu descobri o tratamento com o óleo de Melaleuca. Hoje faz 15 dias com aplicação direta, 2x ao dia e os moluscos estão em processo de secagem!!! Alguns já desapareceram e não apareceram mais novas lesões! Estou no céu! Mal posso acreditar que essa “praga” vai enfim, desaparecer do corpinho dele!! em 15 dias obtive resultados com o óleo que Em 1 ano de tratamento convencional não chegou nem perto! Obrigada a todos por postarem suas sugestões aqui!!!!! Gratidão!!!

  • Richard
    Responder

    Olá, bom dia.

    Minganfilha tem 8 anos e foi diagnosticada com Molusco Contagioso ha um mês. Estávamos tratando com Verrux. A princípio houve uma remissão parcial do vírus, porém ele aumentou novamente.
    Fiz uma busca e cheguei até esse site. Comprei a Melaleuca e pomada de calendula para a região de vermelhidão apenas, não no topo do ferimento, para que o óleo possa acessar o vírus.

    Vou postando a medida que for melhorando pois acredito que irá surtir efeito.

    Agradecido pelos depoimentos de todos.

  • Cintia
    Responder

    Boa noite, meu filho tambem esta com esse molusco, tem bastate no lado esquerdo da barriga e no braço, comprei o oleo e recebi hj, daí ja comecei o tratamento, mas estou em duvida pq ele tem 2 bolinhas em cima do olho, sera que tem problema passar nessa regiao proxima ao olho?

  • Valéria
    Responder

    Boa noite, estou usando o óleo a 3 semana e está aumentando as bolinhas em todo corpo. Com alguém já aconteceu isso?

    • Luciana
      Responder

      Sim, mas depois elas vão diminuindo o tamanho até sumir.

  • Luciana
    Responder

    Olá, meu filho teve molusco contagioso na região do pescoço. A médica me explicou que não havia medicação específica, somente a curetagem. Resolvi pesquisar e vi vários relatos desse óleo, resolvi compra e experimentar, e simplesmente sumiram as bolhas, sem. Em média de 1 a 2 meses de uso contínuo, 3 x ao dia. No começo realmente elas inflamam e até aumentam, cheguei a suspender, mas depois comecei a perceber que elas iam diminuído o tamanho até que sumiram por completo

  • VÂNIA LVES FERREIRA
    Responder

    Comecei o tratamento do meu filho ontem com esse óleo.
    Estou muito feliz em ler essea comentários de que ele realmente funciona, pois estava aflita com a idéia da curetagem indicada pela dermatologista.
    Esse oléo e incrível se realmente fizer tudo que dizem.
    Volto p dizer o resultado em breve.

  • Daniela
    Responder

    Meu filho de 6 anos está com o vírus do molusco contagioso, espalhado pelo tronco, braços e pernas. Vi na internet a indicação do óleo de melaleuca para tratamento e, sem esperar muito, comprei o óleo e iniciei o tratamento hoje, aplicando ele puro com um cotonete. Pretendo passar de 2 a 3 vezes ao dia, até que as tais bolinhas desapareçam. Também estou dando banho diário de ervas anti-inflamatórias para ajudar no processo de cicatrização. Daqui alguns dias pretendo voltar aqui ao site para contar a todos como foi o tratamento do meu filho com este óleo, ao qual acredito ser muito bom. Um abraço a todos e tenham fé!!!

  • Claudia
    Responder

    Olá, minha filha tem 2 anos e esta com molusco embaixo do queixo tem uns dez mais ou menos. Levei ela na dermatologista e a mesma indicou espremer com uma luva e passando merthiolate antes e depois de espremer, esse processo é muito doloroso ela chorou muito eu só consegui tirar um e a médica havia indicado um cirurgião pra retirar se caso eu não conseguisse eu estava muito preocupada quando resolvi pesquisar e achei este site. Comecei a usar o óleo ontem se houver resultado volto para falar.

  • Daniela
    Responder

    Passei óleo de melaleuca, porém para quem está com os carocinhos espalhados pelo corpo, fica um tratamento caro e mais demorado. Fazendo buscas na internet, vi alguns comentários sobre o vinagre de maça (desses comprados em supermercados). Mesmo tendo notado pequena melhora com o óleo, resolvi abandonar um pouco o tratamento com o vinagre de maça e em questão de poucos dias já percebi mais progresso com o uso do vinagre do que com o óleo. Faço pequenas bolinhas de algodão embebecidas com vinagre, coloco sobre cada bolinha e em cima um band-aid ou algo do tipo para segurar. Deixo meu filho dormir com os curativos e no dia seguinte retiro. Percebo que as bolinhas de brancas vão ficando vermelhas e em algumas já notei que estão formando uma espécie de casquinha. Quando chega neste estágio, quer dizer que, naquela área, o vírus foi morto. Como são muitos, o tratamento com meu filho será um pouco mais demorado, mas tenho fé que tudo se resolverá. Estou deixando o óleo para fazer banhos de assento com ele, já que para o banho posso usar uma quantidade menor, e para a pele não ressecar tanto. Um abraço a todos!

  • Lizia Michelle
    Responder

    Bom dia, tenho três filhas e a do meio de 6 anos apresentou essas bolinhas brancas, levei a uma dermatologista e ela diagnosticou molusco contagioso e sugestionou a curetagem, pesquisando sobre o assunto cheguei ate esse site e os depoimentos de vcs porque nunca havia falado sobre isso e pensei q minha filha estava com algo raro, as bolinhas dela se alojam na virilha, na vagina e nas pernas, essas estao esplhadas mais na parte íntima onde elas se alojam mais, elas crescem e estouram, ela sofre muito, então gostaria de saber qual o procedimento correto com o oleo de malelauca para usar nessas regiões principalmente nas partes íntimas ,por favor aguardo anciosa a resposta pois comprarei hoje mesmo o oleo, nao aguento ve-la assim, muito obrigada.

  • Cintia
    Responder

    Boa Noite, minha filha de 5 anos foi diagnosticada com Molusco contagioso e o dermatologista recomendou a retirada das bolinhas, estou muito preocupada pois a maioria dos depoimentos dos que aceitaram esse procedimento elas aumentaram ou reapareceram, além de ser muito doloroso.
    Eles se desenvolveram na região próximo ao anus, sera que posso aplicar o óleo de melaleuca nesta área? Posso usar esse óleo e o vinagre de maçã ao mesmo tempo? Aguardo anciosa a ajuda de vcs.. Por favor me deem uma resposta. Estou muito aflita…

  • SONIA GOMES
    Responder

    Bom dia!
    Lendo os relatos das mamães como eu, que ficaram desesperadas com o tratamento super dolorido a base de ácidos e remoção. me identifiquei, pois sofremos muito eu e meu filho com esses tratamentos traumáticos que de nada adiantaram. Até que uma prima me indicou o óleo essencial de tea tree. Passamos a usar com cotonete em cada uma das bolhinhas, três vezes ao dia e em uma semana ele estava curado. As bolhas secam e desaparecem. usei tambem um sabonete bacteridida ( triclosan) uma vez ao dia, no ultimo banho dele do dia. Funciona mamães. E não dói em nada. Um abraços e Deus abençoe a todas vocês.

    • Luisa
      Responder

      Sera que pode passar antes de dormir ?

  • Maria houghton
    Responder

    Minha filha come vou com moluscos, levei no medico e disse que nao tem muito o que se fazer…mas a cada dia is moluscos se multiplicam por todo o corpo…entao comecei a ficar preocupada com o desconforto dela… E coceira…. Depois de pesquisar muito na internet…comecei a usar vinagre de maca com 30 gotas do tea tree…e so 3 Dias, ja noto differenca….VoLto depois para conta ro resultadooo

    • Nany
      Responder

      Bom. Quase 1 ano atrás apareceu isso na minha filha.. só descobri oqe era em setembro.. tentei de tudo para tratar… tudo mesmo.. vidros e vidros de óleo de tea tree.. vinagre de maçã.. aloe vera(babosa).. alho.. até verux eu passei.. tudo ela reclamava e chorava e sofria e eu sofria junto.. o vinagre foi oqe mais deu certo.. mais ou menos neh.. porq feria a pele dela e depois corria risco de espalhar mais ainda.. fui na farmácia comprar uma pomada pra passar nas verrugas já queimadas pelo vinagre e olhe só.. comecei a perceberqe só a pomada tava tirando as verrugas.. sem choro, sem sofrimento e sem marcas. Gente tô comentando isso por qe eu sou mãe e isso me doía tanto, me sentia incapaz. Todo lugar qe procurava soluções só tinha coisa traumatizante e quero passar pra vcs.. pra qe não sofram como eu. Então tava muitas verrugas mesmo e acabaram com 2 semanas.. Gente fiquei 6 meses sofrendo tentando acabar com elas.. agora me sinto aliviada.. tirei um culpa das costas espero qe ajude alguma mamãe qe esteja passando pelo qe eu passei.
      A pomada é ACICLOVIR não tem contraindicações foi uma luz no fim do túnel pra mim, é só seguir as instruções de uso e livrem se dessas coisas horrorosas.

      • Roseli Vieira
        Responder

        Nossa eu estou desesperada, pois minha filha de 5 anos está com Molusco… Então essa pomada foi bom para sua filha? vou procurar comprar lá também já não sei mais o que fazer nem o ácido resolveu. Deus abençoe amiga!

  • Luiza Cristina Fernandes de Oliveira
    Responder

    Ola, estou usando o oleo de Melaleuca ha uns 10 dias e nao vi melhora ainda? pelo contrario..as lesoes triplicaram, estava bem esperancosa, mas confesso que desanimei, isso ja aconteceu com alguem? de as lesoes aumentaram de quantidade?

    • Ana
      Responder

      ja viu melhora ?

  • Luisa
    Responder

    Queria saber se posso passar o óleo de tea tree diretamente na pele e ir dormir ?

  • Tami
    Responder

    O Óleo realmente funciona. Em uma semana já se vê o resultado. Passei o óleo puro, direto na pela, com um cotonete em cima de cada bolinha, não espalhei. Passei 2 x por dia. Tem que ser o óleo puro, não manipulado, fácil de identificar pois tem um cheiro super forte. Estava desesperada sem saber o que fazer, graças a Deus o óleo parece estar funcionando. Acho que o vinagre de maça tb consegue combater, mas irritou muito a pele da minha filha. Lembrem-se de não espalhar e sim passar com o cotonete.

  • Adriana
    Responder

    olá, meu filho tem 4 anos e está com muito molusco. Nos braços, barriga, rosto, axilas.
    Já tentei vários medicamentos e ácidos. Descobri o óleo de melaleuca e comecei a passar. Espero que dê resultado pois já estou desesperada.

  • CICERA MARIA DE OLIVEIRA Cavalcanti
    Responder

    Bom dia jente minha filha tem moluscos levei ela para o médico e ele passou um acido muito doloroso ,mais pesquisei e comprei o olio de melaleuca e o resultado esta maravilhoso , todas as bolinhas estão secando e eu estou maravilhada, e detalhes sem dor estou muito satisfeita indíco para todos so faz, 18 dias que ela esta usando e todas as bolinhas estão seca fico muito feliz pq descobri este tratamento aqui com vcs

    • Marta
      Responder

      Bom dia, quantos dias depois de começar o tratamento começou a secar as bolinhas? Eu comecei o tratamento na quarta-feira passada, as que estavam mt grandes secaram logo, mas as pequeninas ainda não. Comprei o Stick Melaleuca antiborbulhas, vamos ver se resulta.

Deixe um comentário

error: Content is protected !!
oleos essenciais afrodisiacos