Óleo Essencial de Pitanga

Óleo Essencial de Pitanga
icon-gotaNome:
Óleo Essencial de Pitanga / Surinam Cherry Essential Oil, Brazil Cherry Essential Oil
icon-plantaNome Científico:
Eugenia uniflora
icon-microscopioComponente de Destaque:
Curzereno (curzerene)
icon-fichaDescrição:
Líquido marrom-esverdeado escuro de odor herbal resinoso.
icon-potePrincipais aplicações:
Ainda muito restrito ao mercado brasileiro. Empregado, principalmente, na fabricação de cosméticos por conta de suas propriedades hidratantes, antimicrobianas e anti-irritantes. Indicado para formulações anti-idade.

Escrito por Wagner Azambuja

 

Pitangueira

 

A pitangueira é um arbusto originário da região que se estende desde o Brasil Central até o Norte da Argentina, sendo distribuída geograficamente por quase todo território nacional. Seu nome vem do tupi pi´tãg, que, em alusão a cor da sua fruta, significa “vermelho rubro” – embora a pitanga também possa se apresentar nas cores vermelha, rubra, roxa e às vezes quase preta. Prefere os climas tropicais e subtropicais, mas se adapta bem ao clima temperado, a diferentes altitudes. Robusta, ela também resiste a ventos fortes e consegue tolerar vários níveis de geada, com temperaturas abaixo de 0o C sem sofrer danos. Por estes motivos, a pitangueira, hoje, está espalhada por vários continentes, sendo encontrada na China, Índia, Sri Lanka e diversos outros países, quase sempre pelos nomes: “Brazil Cherry“, “Cerisier de Cayenne” e “Cerisier du Surinam“.

“O plantio da pitangueira deve ser realizado no início da estação chuvosa, de preferência em dias nublados para se evitar o ressecamento das mudas, ou, em qualquer época do ano em áreas com sistemas de irrigação.”

 

A pitangueira (Eugenia uniflora) é um arbusto denso de 2 a 4 m de altura, mais raramente uma pequena árvore de 6 a 9 m, ramificada, com copa arredondada de 3 a 6 m de diâmetro, com folhagem persistente ou semidecídua. Apresenta limbo oval ou oval-lanceolado, de 2,5 a 7,0 cm de comprimento e 1,2 a 3,5 cm de largura, ápice acuminado-atenuado a obtuso, base arredondada ou obtusa, brilhante e de coloração marrom-esverdeadas. O fruto é uma baga globosa, deprimida nos pólos, com 7 a 10 sulcos marcados no sentido longitudinal, de 1,5 a 5,0 cm de diâmetro, coroado com as sépalas persistentes. E o epicarpo, por fim, passa do verde para o amarelo, alaranjado, vermelho e vermelho-escuro, podendo chegar até quase ao negro durante o processo de maturação – cujo sabor é doce ácido.

Óleo Essencial de Pitanga

 

O óleo essencial de pitanga, ou surinam cherry oil, é extraído das folhas e galhos da pitangueira e não das frutas, como muitas pessoas acreditam. Trata-se de um líquido marrom-esverdeado, de cheiro característico, cujo rendimento médio gira em torno de 1% sobre a massa seca. Óleo nobre, a sua composição química depende de vários fatores, como a origem e a idade dos arbustos, entretanto, alguns constituintes sempre marcam presença nas análises de laboratório, como o curzereno (19%), a selina-1,3,7(11)-trien-8-ona (17%), a atractilona (16%) e a furanodiona (9,6%) – além de outros elementos, como o ocimeno, cadineno e beta-cariofileno. Aliás, de acordo com uma pesquisa da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, a idade dos arbustos e folhas é um dos parâmetros que mais afetam a composição deste óleo, em especial no que se refere aos sesquiterpenos oxigenados furanodieno e germacrona. Quanto à produção, infelizmente, o óleo de pitanga está longe de ocupar uma posição comercial de destaque no Brasil. Afinal, a baixa demanda em escala, bem como as dificuldades inerentes ao cultivo; como o longo tempo do plantio ao primeiro corte, rebrota, etc., tornam a atividade pouco atrativa aos olhos dos produtores.

Curzereno

O óleo essencial de pitanga, cujo nome, na verdade, deveria ser “de pitangueira”, apresenta propriedades hidratantes, antimicrobianas e anti-irritantes confirmadas. Por exemplo: comprovou-se que este óleo, após ser incorporado a uma base cremosa neutra, melhora significativamente a aparência geral da pele, pois, além de hidratá-la, é capaz de suavizar diferentes níveis de linhas de expressão (sem qualquer reação adversa). Por outro lado, não é possível fazer muitas afirmações a respeito de suas propriedades antimicrobianas, afinal, este óleo apresenta “diferentes graus de potência” conforme a sua composição química, o que explica o fato de algumas amostras serem ativas contra bactérias Staphylococcus aureus, por exemplo, e outras não. Para finalizar, uma dica: “o óleo de pitanga, como já exposto, é um óleo nobre, de produção restrita e custo elevado. Por isso, devemos desconfiar sempre de todo e qualquer produto com preço mediano”.

Alguns produtores, com o objetivo de aumentar o rendimento em óleo essencial, costumam triturar as partes aéreas da pitangueira (galhos + folhas) antes da extração.

 

Comprar Óleo Essencial de Pitanga

 

Pitangueira06

Showing 4 comments
  • leide
    Responder

    Olá, gostaria muito de saber mais coisas sobre o óleo essencial de pitanga
    se possível.
    obs: caso não tenha mais informações por favor aguardarei respostas
    grata!

  • MARCOS ANTONIO ALVES DA SILVA
    Responder

    GOSTARIA DE COMPRAR A ESSÊNCIA DA PITANGA, OU PITANGUEIRA. PARA FAZER MEU PERFUME, OU ÁGUA DE CHEIRO.

  • Jose Ramos de Carvalho Santiago
    Responder

    Gostaria de adquirir essência de pitango, para produzir óleos corporal e capilar, também uma linha de SÉRUM reparação profissional.

  • Ana Laura Klaic
    Responder

    Olá. Tenho interesse em produzir óleo essencial de pitanga. Por quanto tempo as folhas podem ficar armazenadas após o corte da planta? Obrigada.

Deixe um comentário